Aviso sobre photoshop poderá ser obrigatório em publicidade

23/03/10

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6853/10, do deputado Wladimir Costa (PMDB-PA), que torna obrigatória a informação ao público sobre a manipulação de imagens de pessoas em peças publicitárias. Esses anúncios deverão trazer a seguinte mensagem escrita: “Atenção: imagem retocada para alterar a aparência física da pessoa retratada.”

O responsável pelo anúncio ou pelo veículo de comunicação que descumprir a medida poderá ser punido com advertência, obrigatoriedade de esclarecimento e multa de R$ 1,5 mil a R$ 50 mil, cobrada em dobro na reincidência. Caberá ao Poder Executivo definir os órgãos que aplicarão as sanções.

Idealização do corpo
Com a obrigatoriedade de avisos sobre a manipulação de imagens, Wladimir Costa quer acabar com a idealização do corpo humano pela publicidade e com a difusão da ideia de que as modelos e os modelos retratados são perfeitos.

“Em tempos de photoshop, a manipulação de imagens faz com que a fotografia seja muitas vezes radicalmente diferente da realidade. Manchas na pele são apagadas, rugas são cobertas, quilos a mais são extirpados. É difícil a um leigo perceber que o resultado final não é uma imagem original”, afirma o deputado.

Ele alerta ainda para o fato de que a busca do público por esse ideal de beleza, em que todos são magros, pode causar transtornos alimentares, como anorexia e bulimia, principalmente entre os mais jovens.

Fonte: Jornal do Povo

Outros posts relacionados:

Carol Castro antes e depois do Photoshop
A Mulher da Página 194
Ex-Miss Universo posa nua e sem retoques para capa de revista
Pele Perfeita

5 ideias sobre “Aviso sobre photoshop poderá ser obrigatório em publicidade

  1. Olha, muito boa, sim, essa iniciativa, eu considero essas imagens de mulheres (e homens!) “perfeitos” de uma agressão absoluta… Agressão até para com os próprios modelos fotografados/photoshopados que sabem que não são como aparecem nas fotos/vídeos. E quando elas se apresentam como a modelo fulana de tal ainda tem que ouvir o comentário cruel: “Nooooossa, você é muito diferente na vida real!”… Como eu dizia é uma boa iniciativa sim, a de colocar a observação o rodapé. Ocorre que a imagem é sempre muito mais impactante do que as palavras, sem falar de que a maioria das pessoas não lê, aí a coisa complica mais ainda. Mas, em todo caso, já é um começo. Quem sabe a coisa caminha prá algo mais “contundente”. Dói perceber como as pessoas ignoram a grande máquina de fazer dinheiro que há por trás dessas campanhas de cosméticos/perfumes/acessórios… Falemos francamente: geladeira/abridor de latas/comida/imóveis/cerveja, a “beleza” (irreal, diga-se de passagem) é usada para VENDER QUALQUER COISA, e o pior é que n[ós, mulheres, somos as principais vítimas desse jogo sujo. Beijo, querida! Post excelente!

  2. Nunca havia pensado nisto!

    Mas acho que realmente vale a pena… Temos que saber que academia e dieta não são páreo para o Photoshop.

    Abraços

  3. Péssimo! Se uma pessoa for minimamente inteligente vai notar que toda e qualquer imagem que circula na mídia, ao menos a maioria, é editada. Isso não deve ser motivo para tirar os truques do anonimato. É o mesmo que mandar mulheres maquiadas pendurarem no pescoço uma plaquinha escrito “maquiada”. Que os portadores de transtornos psiquiátricos procurem tratamento e não interfiram na vida dos que amam o belo e procuram embelezar ainda mais as imagens que editam.

  4. Eu acho bom. É muito diferente de ver uma mulher maquiada. Quando vemos uma foto na revista, esquecemos o photoshop, incrível, vemos a pessoa como perfeita. Seria um tipo de “alerta.” Mal não faria, e as revistas seriam mais realistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *