Sem Citalopram

Bom, mandei fazer meu Citalopram, fica pronto amanhã fim da tarde. Depois que eu começar a tomar vai cerca de uma semana e pouco pra eu começar a sentir o efeito. Ficar sem o Citalopram é muito ruimmmm, eu acordo cansada. Posso dormir muito, pouco ou normal, eu acordo que parece que passou uma patrola em cima de mim. Minha cabeça parece que pesa 20 kg a mais, não tenho disposição para fazer tarefas de casa, como lavar a louça, varrer, etc. Meu coração bate mais rápido (Meu coração tá disparado. Meu corpo tá viciado. Nessa louca adrenalina que me faz arrepiar ♫), como se eu estivesse (estou) numa constante aflição. A fé diminui e o choro aumenta, da vontade de desistir de tudo, desistir de mim mesma. E é preciso um pouco de paciência até que tudo isso passe…

6 ideias sobre “Sem Citalopram

  1. Ah, Lindinha, sem a “legal drug” não dá prá ficar…. Fiquei meses sem fluoxetina e me fu também… Boa sorte com a volta ao Citalopram!
    Beijo prá você !-

  2. Começai tomar citalopram ontem, confesso que fiquei com medinho rs quando comecei a sentir os efeitos colaterais, tive tontura minha vista fico embaçada quase o dia todo, eu tremia tanto, e fiquei com frio e com os olhos arregalados. mas no final da tarde comecei a melhorar apesar de estar muito ansiosa, falando de mais 🙂 , mas em fim eu tava tao feliz parece que tudo indicou que o remédio fez efeito no mesmo dia.
    Meu problema é a ansiedade e as crises de depressão, sou uma pessoa super nervosa e isso me faz muito mal.
    Hoje tomei o segundo citalopram tive tremedeira mas ainda não tive os outros sintomas que tive ontem. Espero que os efeitos colaterais acabem logo é muito ruim

  3. Olaaa nosssa tive que para de tomar citalopram por conta própria mesmo, fiquei 6 dias tomando e não consegui pregar o olho nesses dias, já não aguentava mais ficar acordada e parei. vc teve o mesmo problema de não conseguir dormir???

    • Cerca de 2 ou 3 semanas já diminui bastante. Em um mês é pra ter sumido todos os efeitos ou estarem bem fraquinhos. Se seu organismo continua tendo bastante efeito colateral é importante conversar com o médico e talvez trocar a medicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *