Tenho Skin Picking (dermatotilexomania)

Sim. Essa foto é minha. Não tenho muito o que falar. Tenho skin picking há anos. Não sabia que tinha nome também, mas sabia que era TOC porque é muito compulsivo, o tempo todo. Se eu tiver uma espinha e eu apertar e sair, beleza. Mais tarde aperto de novo pra ver se sai mais alguma coisa, e no outro dia também e gosto de tirar a casquinha. Agora se eu tiver uma espinha que não sai, essa eu vou cutucar o tempo todo. Começo a arrancar a pele de cima com a unha, pra ver se a espinha sai. Se não sair, eu vou pro alicate de cutícula e parto pra uma mini cirurgia. Se não sair na primeira tentativa, eu dou um tempinho e tento de novo, e vou assim até sair, o que pode levar dias. Se não sair ela vai secar na marra. E a casquinha não tem perdão, to sempre arrancando tb. Vivo estancando sangue no queixo com papel higiênico pq é onde eu sempre tenho umas espinhas que não sai. Eu uso Minâncora mas nem sempre da certo.

Segue a definição de skin picking:

O Picking ou Conduta Auto-Lesiva ou Escoriação Neurótica é caracterizado por uma repetição crônica de tocar, coçar, cutucar, arranhar, furar ou escoriar determinadas regiões da pele, de modo tão intensivo ou repetitivo que acaba provocando o aparecimento de feridas cicatrizes, descolorações na pele.

O paciente pode passar horas no banheiro, por exemplo examinando a pele, procurando pequenas imperfeições, bolinhas, pedacinhos de pele, pelos e arrancando, coçando, cutucando, furando.

A maioria dos casos de Picking é um transtorno isolado sem outros problemas psiquiátricas, mas ele pode ser um sintoma de outras doenças, como por exemplo:

• Doenças de pele
• Doenças auto-imunes
• Transtorno Dismórfico Corporal ou Dismorfia Corporal ou Transtorno Somatoforme Corporal
• Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC ou DOC)
• Sintomas de abstinência de drogas opióides Autismo
• Psicose (por exemplo, Esquizofrenia)
• Comportamentos auto-mutilantes ou auto-agressivos que existem, por exemplo, no Transtorno de Personalidade Borderline
• Tricotilomania (mania de arrancar cabelos)

Na monografia sobre dismorfia corporal que eu postei há uns dias atrás também é citado sobre dismórficos que praticam (?) skin picking. Segue:

As “escoriações patológicas” (“skin picking”) são reconhecidas há muitos anos na Dermatologia, chamadas de “dermatotilexomania” ou “escoriações neuróticas”. Os pacientes relatam que esse comportamento é compulsivo e irresistível e muitas vezes podem piorar uma dermatose (por exemplo a acne leve). As “escoriações patológicas” podem ocorrer como sintoma de vários transtornos psiquiátricos e, em estudo de pacientes com o TDC foi relatado em 27% dos pacientes. Embora esse comportamento seja considerado de “auto-injúria” os pacientes com o TDC não têm a intenção de se machucar. Seu desejo é tentar melhorar a aparência da pele. Podem utilizar alfinetes, facas, clipes e lâminas, causando muitas vezes lesões notáveis com infecções secundárias ou cicatrizes profundas e mais raramente lesando vasos importantes como a artéria carótida. Se na avaliação do paciente ficar claro que sua motivação é a queixa com a aparência e a melhora do “defeito”, então é mais provável o diagnóstico do TDC.

Essa foto é de mais de uma semana do começo das cutucadas, já está bem melhor do que do começo. Sempre tenho espinha interna no queixo depois da menstruação. Eu vou postar fotos dos futuros skin picking que vou praticar. Pergunta se eu pretendo tratar essa minha ‘mania’. Não. Não pretendo. É quase uma válvula de escape, me da um alivio me cutucar.

Em estudo com pacientes com o Transtorno Dismórfico Corporal foi relatado que 27% dos pacientes possuem skin picking.

Em tempo, essa foto da pra ver um pouco das manchas do meu rosto. Aff.

90 ideias sobre “Tenho Skin Picking (dermatotilexomania)

  1. Solange! Te vi no vídeo da bioenergética, vc é uma graça de moça! ah, queira parar de se skinpickar! ! quem fala é alguém que torce muito por vc, para que tudo dê certo na sua vida. bjo da Talita

    • Olá, tenho e passo por td isso. jÁ TENTEI TANTAS VEZES SUPERAR… MAS SE VEJO UM CRAVO TENHO Q RETIRÁ-LO P QUE MINHA APARÊNCIA SEJA MELHOR. Mas nunk melhora, ta sempre pior, dolorido e avermelhado….. com isso me aprisiono em casa pra q naum me perguntem o pq meu rosto está assim…. minhas espinhas a maioria das vezes são internas e criam caroços horrendos… faço um furo com a agulha até abrir uma cavidade gigante e depois tento puxar a acne com a ponta do alicate de cutículas, quase nunk tenho sucesso… e acaba dando pús, infeccionando e por fim depois de cicatrizado, fiko com uma cicatriz feia no rosto… tds os meus dias são assim…. é mais forte q eu! naum consigo parar 🙁

  2. Solange, você bem sabe como eu destruí todas as unhas dos pés. Precisei ir ao podólogo várias vezes e tomar medicação psiquiátrica para ajudar a melhorar. Tirei foto das unhas apenas do “durante” do tratamento. Hoje elas estão bem, mas algumas ficaram deformadas. Meu TOC se desviou para outras coisas, como higiene, contaminação, contato físico com pessoas estranhas, organização, e isso tudo piora muito com os picos de ansiedade. O que eu posso te dizer é que tem cura, minha amiga. Mas depende muito mais da gente do que de qualquer outro artifício. Converse com seu médico sobre isso.
    Olha, eu incluí seu blog no meu blogroll (repaginei um blog antigo que eu tinha, mas continua anônimo). Dá uma olhadinha lá. http://monologoaovento.blogspot.com.
    Depois quero umas dicas de como conseguir muitos acessos e tornar o blog popular.

    Um grande beijo.

  3. Oi, nossa achei alguém com o mesmo problema que o meu, isso chega a ser um alívio. Estou me tratanto, mas é dificil a medicação no inicio piora para depois melhorar. Fazer atividade fisica tbem ajuda. Ja me machuquei muito, fiquei envergonhada, com feridas terríveis na pele, sem falar nas unhas dos pés….afff! É um ciclo vicioso, a gente espreme, fica horrível, vem a culpa, a ansiedade aumenta….aí vc adoece. Procure ajuda linda menina, isso é coisa da sua mente e tem como curar. Boa sorte pra gente.

    • Vou falar com o meu psiquiatra sobre isso, mas sabe, eu não tenho muita vontade de tratar isso porque é muito booooooooommmmmm ficar apertando espinha e tirando casquinha. prontofalei.

      • Na boa, se você não tem muita vontade de se tratar, não dá muita motivação para quem está sofrendo disso.
        A foto que você publicou é leve, queria que você visse o meu rosto todos os dias… como li em uns comentários anteriores, é óbvio que você e todos que sofrem com isso vão procurar ajuda psiquiátrica, mas já pensaram em procurar ajuda espiritual? Também tomo citalopram, e era não praticante da Igreja Católica (eu era bem contra até), mas depois de 5 anos de terapia E NADA DE MUDANÇA resolvi ir procurar outra fonte. Talvez seja essa a minha cura e, quem sabe, de vocês também?
        Giovanna.

    • Que remédio você toma, quero muito me tratar, tenho isso faz muito tempo, e o pior eu tiro as casquinhas das feridas e como sem perceber, eu sofro por causa disso estou com as mesmas feridas à 7 meses e não consigo deixar elas sararem….

  4. Faz uns tres anos que fico 90% do meu tempo trancada em casa. Isolada, soh tenho contato com meu namorado e os amigos dele. Faculdade, amigos, trabalho… nao fazem parte do meu cotidiano. Meu rosto esta sempre machucado, posso passar uma madrugada inteira na frente do espelho “cutucando” cravos, espinhas, feridas, etc. O alvo eh meu rosto e nao ha maquiagem no mundo capaz de cobrir os estragos. Tive celulite facial ha uns meses e quase morri! Fui jubilada da universidade e estou aqui, presa pelo meu rosto, triste pelas minhas escolhas e vivendo um inferno todos os dias! Faco terapia, tomo sertralina mas continuo estagnada! Ia entrar com um pedido de reconsideracao de matricula na facul (pela segunda vez!) por motivo de doenca mas nem isso eu fiz e ja estamos no final do mes de agosto! Dermatotilexomania, isolamento, depressao, arrependimentos, total falta de energia… eis meu dia a dia.

    • Flor, acho que vc deveria pedir pro seu psiquiatra trocar sua medicação ou aumentar a dose. Pergunte se vc não pode fazer uma experiência com Citalopram, que é o que eu tomo. Eu ficava trancada em casa como vc, e vivia um tormento 24h por dia. O citalopram me ajudou a diminuir essa angústia e me ajuda a sair de casa. Me da uma leveza, um alivio. Converse com ela. Se eu puder te ajudar em alguma coisa é só falar também ta? Mande notícias. beijo

  5. Olá… como vai?
    Eu também sou assim, mas me cutuco na cabeça… faço feridinhas no couro cabeludo… enfim… tenho tentado tratamento, mas em vão… tenho a mesma sensação que você, de gostar do que faço… mas as vezes bate uma angústia.. complicado.
    Você tem feito algum tratamento, remédios, enfim…. gostaria de conversar com quem sofre do mesmo problema q eu, quem sabe ajuda!
    bjs
    Dri

  6. Estou na terapia desde 2006. Tratei com dermatologista o que deu. Acho bem complicado parar de cutucar a pele. Sinto-me assim também…muitas veze prefiro não sair de casa por causa do meu rosto. Não uso vestidos que mostram as costas e por aí vai. Existem momentos que as coisas melhoram, mas não duram muito. Noto que quando estou muito chateada com alguma situação as mãos não saem do rosto, pernas, braços…tento andar sempre com roupas que tapem a maior parte do corpo, mas no rosto é complicado. Já coloquei proteção nas unhas, mas não consegui manter por muito tempo. Tento, ao máximo não faltar compromissos por causa disso. Tento passear. Tento ter uma vida normal, mas sempre dá uma dor no estômago sair com essa aparência. Uso maquiagem…não ajuda muito mas melhora um pouco.

  7. Eu tenho uma filha de 9 anos, linda e tem esse poblema: se coça aà noite e acorda toda machucada. Alguem pode me ajudar? O que eu faço primeiramente?

    • Alessandra, não sei como te ajudar com isso. Acho que deveria procurar um profissional da área, ou um pediatra ou um psiquiatra.

      • Que remédio eu tomo para Skin Picking?? Não quero procurar um psiquiatra ou psicologo, pois minha familia acha que isso é frescura, acha que eu posso parar se quiser… Mas não consigo, estou acabando com meu rosto que era lindo…

  8. Minha mulher está com essa doença, e confesso que eu estou com muito nojo. já pedi milhares de vezes para que ela parasse e nada.Me perdoem, mas eu não consigo mas nem mesmo olhar para aquela cara e pernas perebentas. Me embrulha o estômago.
    Penso até em separação, porque já pedi para que ela buscasse tratamento. Mas parece que quem tem isso nem se importa.

    • Leon, não deixe sua esposa por causa disso. Eu tenho e sei o quanto é sofrido.
      Minha cara e pernas são como vc definiu “perebentas” e tenho muita tristeza por ser assim.

  9. Nem acredito que tenho isso,eu tenho alergia a picada de mosquito,e tenho mania de coçar o local até sangrar.Meus braços e minhas penas estão todas manchadas por causa disso.

  10. Tenho 42 anos e minha pele nunca foi lisinha. No começo pensei que era apenas foliculite, que se mudasse o tipo de depilação resolveria, mas me enganei. De uns 4 anos pra cá as manchas e pequenas feridas têm piorado muito, se espalharam pelo corpo inteiro e cutucar cada centímetro de pele virou uma compulsão. Assim como a Lupe, que postou lá em cima, chego a evitar sair de casa e procuro usar roupas que cubram o corpo o máximo possível, apesar de morar em uma cidade muito quente. O verão, então, é um inferno, pois tenho que deixar à mostra os braços e pernas machucados. Praia e biquíni, nem pensar. O rosto ainda consigo disfarçar com uma base mas não afasta as unhas da pele. Dermatologistas não têm um diagnóstico específico, já usei inúmeras pomadas e ácidos. Fiz vários tipos de exames de sangue para ver se havia algum distúrbio hormonal, vitamínico ou mesmo infeccioso e nada. Demorei a encontrar o termo skin picking e sua definição, na qual me identifiquei. Resta saber se vou encontrar um profissional, médico ou psicólogo, que tenha conhecimento do assunto e me ajude. Minha auto-estima está zerada e já não sei mais o que fazer.

    • Um recado para vc NIV, de acordo c suas palavras , vc cultiva grande amargura dentro de si e em nada se diferencia dos que tem os transtornos aqui citados. A única diferença é a forma como vc se manifesta. Se está tão incomodado , a ponto de fazer críticas tão deprimentes….saia deste blog, ouviu : SAIA DO BLOG . Ninguém aqui precisa de mais críticas. Ao contrário, há uma troca de informações na busca da cura. OBRIGADA.

  11. Olha é muito horrível ter esse problema, eu sei como é difícil depois de se futuca o arrependimento com uma vontade que vem de fazer mais, é péssimo, o pior é as pessoas te cobrando pra ti parar e tu sabe que não é uma escolha é automático e incontrolável, e você ta presa naquilo ali. No meu caso teve inicio aos 13 anos de idade hoje eu tenho 23 anos. Nunca estou satisfeita com a minha aparência, só vivo pensando como eu não sou assimétrica que tenho que melhorar, ficar “perfeita”, e fazer tal tratamento estético, plasticas, eu fiz até uma lista meio que um mural como meta de vida a se alcançar. Eu também me impressiono comigo mesma, quando eu me vi fazendo isso e de como a minha vida é dedicada só para isso posso perder horas no espelho e nem espelho preciso mais pra fazer isso acredita? como a gente é tão preocupada com a nossa aparência podemos nos machucar? E te digo não é só no rosto vai piorando, fui encontrando indo a outras partes do corpo, só piora quanto mais o tempo passa a mania vira uma obsessão e o estresse aumenta, isso vai ficando ainda mais incontrolável a gente vai delirando mesmo e nunca parando.

  12. Eu tenho 33 anos, e me machuco ha +/- uns 12 anos, mas fui me dar conta disso, ha 5 anos atras. Tenho dermatite atópica. Já cheguei a ter 211 lesões no corpo. Só não tinha no rosto. Mas esse ano, as lesões avermelhadas surgiram no rosto.
    Eu gostaria muito de parar….mas não tenho disciplina. Me cutuco todos os dias, principalmente antes de dormir…é como se fosse um ritual. Não paro até tirar a ultima casquinha.
    Fazem 10 anos q não uso roupa curta. Minha perna está bem manchada, detonada….isso faz com q eu fique péssima.
    Todo ano eu falo pra mim….esse ano vc vai usar roupas curtas…..mas não consigo cumprir 🙁

  13. Em primeiro lugar, queria agradecer e parabenizar a tds pelos relatos. É mto difícil ter essa doença… Eu me identifiquei com os relatos e me senti um pouco mais leve de saber q não estou só. Mas fico triste de ver q há pessoas cruéis q são capazes de sentir nojo por causa da aparência de alguém com esse distúrbio. Na verdade, a separação é inevitável e o skin picking é apenas uma desculpa, já que quem ama, ama a pessoa e não apenas a “embalagem”. Mais triste q ler isso é ver q outros não apenas não compreendem as dificuldades por que passamos, mas ainda debocha e usa de palavras tão duras e indelicadas para tratar de uma doença q ng escolhe ter. De toda sorte, espero q tds nos curemos e q sejamos capazes de andar com a cabeça erguida, sem vergonha de expor nossas caras…

  14. Poxa, demorei anos pra me descobrir. Descobrir o que realmente eu tenho. Desde quando me entendo por gente, ouvia minha mãe me mandando parar de cutucar feridinhas das pernas. Aquela garotinha cresceu e a “mania” continuou. Hoje sou uma mulher de 32 anos e tenho absoluta consciência da minha compulsão. Não tenho tendência a ter acne mas em compensação não consigo para de ferir as minhas pernas. Uso roupas curtas, mas morro de vergonha pois estão manchadas. Tenho alergia a picada de mosquito, então já viram, né? Procuro atenciosamente por bolinhas, pelos encravados e possíveis casquinhas resultantes de coceiras. Arranco tudo e chego a me “transportar” para outra realidade. A sensação é inenarrável. Um prazer enorme! Depois fico triste, depressiva e arrependida do que fiz ao ver minhas pernas tão feridas. Ao acordar, me olho logo no espelho para ver se nasceu alguma espinha amarelinha. Algumas vezes (raras) minhas orações dão certo. E eu fico tão, mais tão feliz que pareço uma criança que ganhou um doce. Muito estranho…Mais estranho ainda é a minha ação de cutucar espinhas e cravos em meu marido. Ele mal chega em casa e eu já dou aquela conferida em seu rosto, braços e costas. Ele reclama, inclusive, que eu nem o beijo. Só quero arrancar cravos. Às vezes me pego consciente do que faço, outras vezes não. após pesquisar sobre o assunto na net, me deparei com esse blog e puxa, fiquei preocupada pois trata-se se uma enfermidade e que eu preciso de tratamento. Vejo que sozinha eu não conseguirei sair dessa. É como uma droga, é uma dependência. Vou procurar ajuda, mesmo contra a minha vontade, pois quem tem esse “vício” não parece querer parar de tê-lo. É impressão minha ou a grande maioria (ou quase totalidade) de portadores dessa compulsão são do sexo feminino?

    • Adorei seu depoimento. Eu tb fico felizona qdo aparece alguma coisa pra apertar e to sempre procurando.
      Tb acho que quem tem isso é maioria mulher.

  15. oi so,
    eu cutuco as espinhas e qqr outro carocinho que apareça, ja fiquei semi-careca por arrancar os cabelos, isso tem nome, chama tricotilomania, mas achei uma forma de amenizar que é depilando com pinça, é uma dor…. acho que vc sabe, que alivia

    agostaria mto que vc comentasse sobre as formas de tratamento naturais, sem o psiquiatra (eu nao tenho preconceito, só nao tenho condiçoes -ainda- de pagar um).
    bjss, flor

  16. Nossa gente, juro que não sabia que era uma doença, tenho o hábito de inconscientemente cutucar umas bolinhas nos braços, parecem cravinhos e quando arranho eles estouram. Também roí unhas durante a vida toda, isso eu resolvi faz 1 ano cuidando delas 2 ou 3 vezes por semana na manicure, mas continuo mordendo a pele solta dos dedos e da boca, além do esmalte que fico arrancando com os dentes. Vou começar a me policiar quanto a isso, pois meu problema ainda é bem suave, não quero que chegue a um ponto onde eu deixe de me importar e passe a gostar de estar assim.. 🙁 Obrigada, conteúdo muito esclarecedor!

    Melhoras! 🙂

  17. Mah, a questão não é que você “chega a um ponto onde deixa de se importar e passa a gostar de estar assim”. Ninguém gosta de estar assim. Mas O ATO de se cutucar, espremer, descascar, aquele exato momento é onde sentimos prazer.

  18. Eu tenho des de moleque uma mania horivel de puxar aquelas peles que ficam no canto do dedo… Quando me dou conta estou com os dedos sangrando. Acntece quando estou distraido vendo tv ou mesmo lendo algoma coisa no computador. Sem me dar conta eu começo puxar alguma lelinha do dedo, qr pontinha que tiver. E aos pouquinhos vou puxando de uma forma que não dói, mas quando me dou conta ta lá um macucado sangrando. E faço isso em todos os dedos… Não doi na hora de puxar, mas depois quando vou pegar em alguma coisa, lavar a mão ou mesmo se eu tocar alguma substancia como sal, limão, alcool… doi pra danar. Eu me esforço pra prestar atção e nao fazer isso, então começa ciccatrizar e formam aquelas casquinhas… então logo estou lá arrancando elas sem perceber, quando me dou conta ta lá os machucados abertos denovo e as vezes piores doque antes. Tem época que eu faço isso mesmo e meus dedos ficam quase sem nenhuj machucado, mas tem época que me dói os dedos até para digitar no computador pq ficam todos machucados, alguns inflamam e eu tenho que pasar remedio… Por sorte não tenho nenhum problema nas unhas, minha mania não m faz mecher nelas nem arrancar peles muito perto deleas. eu tento parar, mas é dificil pq faço quando estou distraido e só paro se dói ou se percebo o molhadinho de sangue aff….

  19. Gente!!! eu não sabia que existia isso, meu filho tem a mania de ficar espremendo o braço, naqueles carocinhos, o braço esta todo marcado,,e tem espremido tambem outras partes do corpo, mas eu não posso falar nada que ele não aceita,,,,o que devo fazer, ele ja é adulto , mas sinto que isso não é legal e que ele não esta bem, mas não sei o que fazer…

  20. GENTE!!!
    EU TAMBÉM SOFRO COM ESTE PROBLEMA, DESDE CRIANÇA SEMPRE GOSTEI DE DESCASCAR FERIDAS NOS MEUS IRMÃOS E EM MIM, MAS SÓ DE UNS 4 ANOS PARA CÁ ISSO SE AGRAVOU MAIS, EU TANTO DESCASCO COMO PROVOCO AS FERIDAS NAS COSTAS, BRAÇOS, ROSTO, CABEÇA E TAMBEM ARRANCO PEDAÇOS DE PELE E UNHA DAS UNAS DOS PÉS ATÉ SANGRAR. SOFRO MUITO COM ISSO JÁ PROCUREI PSICOLOGO TOMO REMEDIO PARA CONTROLAR O SISTEMA NERVOSO MAS NÃO RESOLVE, FIZ ACOMPANHAMENTO COM PSICOLOGA E TAMBEM NÃO TIVE EXITO. PRINCIPALMENTE SE EU ESTIVER PREOCUPADA SE AGRAVA MAIS, MINHA PELE ESTÁ HORRÍVEL, EU TENHO VERGONHA QUANDO ALGÚE ME PERGUNTA O QUE É EU FAÇO ISSO SEM PERCEBER MAIS EU QUERIA MUITO ME SAIR DESSA. ALGUÉM PODE ME AJUDAR?
    ALGUÉM SABE DE ALGUMA ESPÉCIE DE LUVAS OU PROTEÇÃO PARA USAR NOS DEDOS?

    • Eu não sei qual o remédio pra skin picking, mas deve ser algo que gire em torno do bupropiona, que serve para TOC (transtorno obsessivo compulsivo) porque skin picking é uma compulsão. Mas só um médico para dizer melhor.

  21. Decidi pesquisar sobre o meu vicio, que é espremer espinhas, eu sei que é errado, mas eu nao consigo parar, logo percebi que poderia ser uma doença , e acabei achando esse site e descobri que é mesmo, ja disse pra mim mil vezes que vou parar mas nao adianta, parece ser mas forte do que eu e pronto o estrago ta feito e depois(igualsinho aos sistomas) vem o arrependimento. As vezes é o nosso estado de espirito que faz com que fazemos isso, como a dona do blog disse uma forma de escapismo, uma coisa que da um alivio prazer, é nojento nao vou mentir, mas nao da pra resistir. Mas juro que ja foi pior porque antes minha pele ficava horrivel, nem dava vontade de sair, mas eu quiz mudar isso e decidir ser mas dura comigo mesma, a gente faz por prazer ou por com agonia faz o estrago pra tentar melhorar, mas so piora a situaçaao, temos que ser os primeiros a aceitar o problema e buscar ajuda, mesmo nao querendo, sei que é dificil, mas um problema pequeno e sem importancia pode se tornar muito pior no futuro. Quando estiver no espelho e der aquela vontade quase que absurda e irresistivel olhe pra si mesmo e diga, stop voce so vai piorar a situacao, quando tiver vontade de fazer isso de novo ocupe sua mente com outra coisa que tambem lhe dar prazer, funciona. Eu nao estou curada, nao tomo remedio nenhum e sabia que eu tinha algum problema e procurei informacao, pronto. Gostei muito desse site e serio eu me sentia muito esquisita fazendo isso, me sinto um pouco melhor. Gente se cuidem nao é normal machucar a si mesmo so por sentir um certo prazer( eu sei disso )

  22. Eu sofro deste problema há uns trinta anos… cutuco o corpo inteiro… já provoquei foliculite nas duas coxas de tanto cutucar… faço feridas enormes que demoram a curar… sempre prometo que vou parar e não consigo… agora estou com o rosto e braços bem machucados… Eu sinto muita vergonha… mas também tenho este sentimento de “gostar” de espremer… de coçar… esburacar… não paro nem quando sangra… Tem dias que estou bem pior… como na minha cidade o inverno é muito frio… eu uso meia calça quase o inverno inteiro e consigo curar as pernas… mas chega o verão… destruo tudo de novo… Eu sei que não tem cura… mas eu gostaria muito de encontrar algo que aliviasse o meu sofrimento… porque é um sofrimento… sei que não é normal… e me sinto muito mal comigo mesma… Eu faço artesanato… faço palavras cruzadas… para não ficar com as mãos desocupadas e mesmo assim… não consigo parar… Me identifico muito com o depoimento das outras pessoas que falaram de seu problema… não é fácil… já pesquisei muito sobre… aí descobri que é um tipo de toc… já fui diagnosticada de TOC por uma psicóloga… Chorei muito quando me dei conta de que era um problema psiquiátrico… e li num texto a seguinte frase… Quando as dores da alma machucam… a gente exterioriza fazendo feridas e se machucando por fora… é como um pedido de socorro… Tipo… Socorro!!! Por favor, estou sofrendo!!! Eu penso sinceramente em procurar um psiquiatra… Beijos e boa sorte a todas que sofrem como eu!!!

  23. Jesus, sempre confiarei em você

    Por que te confundes e te agitas diante dos problemas da vida?
    Deixe que eu cuide de todas as tuas coisas e tudo será melhor.
    Quando você se entregar a mim,
    tudo se resolverá com tranqüilidade segundo meus designos.
    Não te desespere, não me dirija uma oração agitada,
    como se quisesse exigir o cumprimento dos teus desejos.
    Feche os olhos da alma e diga-me com calma:

    Jesus, eu confio em ti.

    Evite preocupações e as angústias
    e os pensamentos sobre o que pode acontecer depois.
    Não bagunce os meus planos, querendo impor suas idéias.
    Deixa-me ser Deus e atuar com liberdade.
    Se abandone confiadamente em mim.
    Repouse em mim e deixe em minhas mãos o teu futuro.
    Diga-me freqüentemente:

    Jesus, eu confio em ti.

    O que mais danos te causa são sua razões,
    sua próprias idéias e você querer resolver as coisas a tua maneira.
    Quando me disser:
    Jesus, eu confio em ti,
    não seja como o paciente que pede ao médico que o cure,
    porque lhe sugere o modo de fazer.
    Deixe se levar em meus braços divinos, não tenha medo,

    EU TE AMO.

    Se acreditar que as coisas pioram
    ou se complicam apesar de tua oração, siga confiando.
    Feche os olhos da alma e confia.
    Continue dizendo a toda hora:

    Jesus, eu confio em ti.

    Necessito das mãos livres para fazer a minha obra.
    Mesmo que a dor seja tão forte,
    a ponto de derramar lágrimas dos seus olhos.
    Estarei com você e com a sua família em todos os momentos.
    Diga:

    Jesus, eu confio em ti.

    Confia só em mim, abandona-se em mim,
    jogue todas as suas angústias e durma tranqüilo.
    Diga-me sempre:

    Jesus, eu confio em ti,

    e verás acontecer grandes milagres.
    Eu te prometo por meu amor.
    Pois, sempre confiarei em você, meu filho…

  24. ola,dia 31 completei 24 anos de uniao com o pai dos meus filhos estamos em um relacionmento mt dificil,sei que jesus nao se alegra com separaçoes, mas me sinto viuva de marido vivo enfim foi so um desabafo,compartilhei da sua oraçao e tenho certeza dos desgnos de jesus em nossa vida,eu e a minha casa ,confiamos em jesus,so ele pode atuar em nossas vidas quando,estamos nos sentindo totalmente so. DEUS te abençoe grandemente e continue,fazendo milagres em nossas vidas.JESUS,EU CONFIO EM TI. ANA MARIA SCHNEIDER

  25. Bom, este hábito de se cutucar TEM CURA SIM, com muita força de vontade você consegue!

    Primeiro deve-se buscar as causas… No meu caso fiz terapia
    e tenho controlado a ansiedade. Mas o segredo maior é muito simples, procurar vencer a doença um dia de
    cada vez, confesso que as vezes dá uma recaida mas quem quer se livrar disso não pode desanimar.

    Estabeleça metas, por exemplo: não vou arrancar nada na parte da manhã, conseguiu? Ótimo, tente a parte
    da tarde também, comigo tem funcionado, ja fiquei por dias sem cutucar nada.

    Livre-se da culpa: A culpa é um monstro que nos corrói por dentro, sabemos que o comportamento auto lesivo não
    é normal, estamos lutando contra ele, mas ainda somos humanos, as vezes cometemos erros mais terriveis e nem
    por isso sentimos culpa, então relaxe, se vc teve uma recaida, se acalme e tente outra vez.

    Atividade física também ajuda, pois metaboliza os hormônios que são “gatilhhos” da ansiedade.

    E por fim, tenha sempre em mente que você é muito valioso e amado por Deus, o amor cura todas
    as feridas! Não troque isso por alguns segundos de prazer ou alívio, quando a vontade irresistivel vier
    esta é a hora em que você deve se amar mais também!

    Espero ter ajudado! Abraço!

  26. Eu detesto isso. simplesmente eu estou bem, mas quando acontece algo que me deixa triste ou estressada eu faço isso. tiro as cascinhas das feridas que eu mesmo faço. espremendo espinhas uma aq, ali, e isso ñ passa. é uma sensaçao boa , mas ao mesmo tempo vem o desespero porque vc sabe que aquilo está errado e mesmo assim ñ consegue parar e nem quer.

  27. Nossa, será que eu tenho isso? Tenho muitas espinhas e cravos e não posso ver um espelho (às vezes faço mesmo sem) que vou cutucar. Espremo tudinho mesmo quando não sai mais nada, fico espremendo para sair aquele líquido transparente ou sangue. Dá um prazer imenso, alivia meu estresse e me sinto ótima. Só depois que vem as consequências: feridas, machas(tenho várias) que me arrependo, mas volto a fazer. Não adianta, não consigo parar. Também sinto agonia e quero fazer nos outros, sinto que só vou me sentir bem depois que futucar aquela espinha ou cravo. Sempre tiro a casquinha, o que atrapalha todo o processo de cicatrização, criando marcas brancas ou roxas. Ás vezes demora mais de mês para sarar por que tirei muito.
    Espinha interna então, quando descubro uma sempre falo para mim mesma não cutucar. mas não dá, Já estou tentando a todo custo espremê-la. Não uso nenhum utensílio para isso, mas uso a unha para tirar a pele e poder cutucar melhor. Doí, mas é bom. Quando ela explode para fora com força, doí, mas é incrível, dá uma sensação de vitória!
    Também tenho vontade de cutucar coisas “nojentas” e tirar elas, tipo feridas, casquinhas, pele, pus, bolhas e até coisas sem noção tipo isso: (essa img me dá uma aflição enorme-msm que seja photoshop-, sinto que TENHO que tirar isso: http://bien-estar.com/uploads13/tripofobia.jpg com as mãos ou pinça. tem outras assim estranhas, mas não vou enviar para não te perturbar) E também adoro arrancar Caseums (coisinhas nojentas que às vezes dá nas amídalas) com uma pinça ou até um grampo, às vezes fico cutucando pra ver se não tem nada mesmo e chego a machucar, mas é rotina, não consigo me livrar disso.
    Sim, é nojento, às vezes fico procurando no youtube vídeos de pessoas espremendo espinhas ou arrancando furúnculos. Não tenho tara por essas coisas, reconheço que não é normal, mas a sensação de bem-estar ao cutucar é excelente!
    Não sei se quero ir no psicólogo por que meus pais acham que isso é querer chamar a atenção, ou rebeldia, por causa da minha idade, não sei se eles entenderiam que pode ser um problema de fato. E tenho medo de falar pra eles sobre e eles me acharem estranha e nojenta.
    Nunca comentei isso com ninguém… sei lá. Quero me aliviar.
    Se puder me ajudar agradeço. tenho 16 anos.

    • Eu também adoro cutucar tudo quanto é espinha e etc. Se eu tivesse Caseums eu também ia ficar cutucando. É importante procurar ajuda médica se você se machuca com frequência tentando tirar todas essas coisas da pele. Se isso te traz sofrimento, angústia e você se sente mal com os machucados que você se faz mexendo na pele é importante procurar um psiquiatra.

      • n sei se tenho essa doença. fico preocupada pq me imagino com 20 anos cheia se manchas e marcas. sofro da msm coisa. sou mt angustiada e preocupada. tenho soh 13 anos :,( tenho vergonha de irao medico,falar com meus pais sobre isso e ir a um psicologo sla. como combatemos essa vontade irresistivel de cutucar? hj msm estava vendo um filme no colegio e ficava cutucando um machucado feio do meu rosto. me odeio. quero parar, mas qnd vejo ja saiu a casquinha.

  28. Oi. Fui diagnosricado com toc e agora foi confirmada a minha dismorfia corporal. Eu tenho a mania de sempre me olhar no espelho para checar, lavo o rosto seguidamente, espremo espinhas, igualzinho o que foi relatado. Graças a Deus não causei nenhum dano grave a minha pele, embora já tenha também me utilizado de instrumentos e feito pequenas cirurgias faciais. Como soa horrível dizer isso mas é a pura verdade. Já tive épocas de lixar a pele com lixa de unha e até de casa, daquelas usadas em moveis, parede. Costumo ficar horas no movimento repetido de ir e vir me conferir no banheiro. Se aparece uma espinha, não resisto e cutuco, se ela não sair de primeira começa o pesadelo, que pode durar o dia inteiro. Qualquer hora escrevo mais, se alg puder me responder. Estou me sentindo muito sozinho, as pessoas dizem que eu sou muito bonito, que eu não preciso disso. Fui aceito em uma agencia de modelos, atores, figurantes…e oportunidades estão surgindo. Muitas acabo recusando por insegurança. Não sei se este seria uma coisa boa para a minha saúde, eu sempre tive esse sonho mas, agora eu ando pensando e refletindo. Estou me sentindo abandonado por Deus apesar de estar sempre buscado Ele, sou bastante espiritualizado mas não parece me ajudar. Enfim, tô cansado disso tudo e me sentindo sozinho.

    • Olá Peter, gostaria de responder no seu email, mas você colocou um email inválido. Se você tem skin picking e isso te incomoda, procure um médico dermatologista ou psiquiatra que ele irá te ajudar a diminuir isso. É provável que a terapia com um psicólogo te ajude a descobrir o motivo de você ficar cutucando o rosto, pois deve haver uma razão interna para isso. Talvez o médico te receite um remédio para ansiedade, que ajudará a diminuir essa vontade de ficar mexendo na pele. Sobre sua insegurança, é preciso trabalhar isso. Terapia cognitivo comportamental ajuda muito e da resultados rápidos. Leitura sobre livros de auto ajuda com o tema de auto confiança também irão te ajudar. Para finalizar, temos que saber que o tempo de Deus não é o nosso, temos que ter paciência em algumas coisas e saber que apesar de alguma demora, não estamos desamparados por Ele. Espero ter te ajudado, se quiser entrar em contato por email o meu email é diariodeumadismorfia@gmail.com

  29. PENSEI QUE SÓ EU TINHA ESSA DOENÇA ,AGORA TÔ MAIS ALIVIADA SABENDO QUE OUTRAS PESSOAS TAMBEM BUSCAM TRATAMENTO PARA ESSA COMPULSAO.COMEÇOU A DOIS ANOS ,LOGO APOS AMINHA GRAVIDEZ E FOI PIORANDO A CADA DIA POIS NAO VIVO BEM COM MEU MARIDO,NAO QUERO MAIS VIVER COM ELE,MAS ELE DISSE SE EU ME SEPAR DELE ,ELE VAI LUTAR ATE A MORTE,MAS A MINHA FILHA NAO FICA COMIGO,PORISSO TENHO MEDO DE SEPARAR E COMPLICAR AINDA MAIS A MINHA DOENÇA,FICO MUITO NERVOSA COM NOSSAS BRIGAS,AIÍ EU COMEÇO A ME CUTUCAR E FERIR ,TAMBÉM TÔ COM DEPRESSAO,NAO POSSO USAR SAIAS NEM VESTIDOS ,POIS AS MINHAS PERNAS ESTAO MUITO MANCHADAS,NEM SEI MAIS O QUE É A COR DA MINHA PELE ,POIS SÓ TEM MANCHAS HORRIVEIS,MEUS BRAÇOS TAMBEM,SÓ USO ROUPAS COM MANGAS COMPRIDAS,AGORA COMECEI A FERIR MINHAS COSTAS.PESSO SOCORRO ,ME AJUDEM POR FAVOR..

    • A única diferença que nós temos, é que eu me dou muito bem com o meu marido..o restante é idêntico.. Se ler essa mensageme adiciona no Whats 18991491513

  30. Tambem sofro muito com o habito de apertar espinhas (ate as que nao existem mas eu insisto em apertar pra ver se sai alguma coisa). Chego a chorar depois de passar muuuuito tempo fazendo isso. Termino completamente inchada,marcada,vermelha,arrependida,com dor na coluna (dependendo da posicao que fico pra chegar mais perto do espelho),pes inchados (de ficar tanto tempo na mesma posicao)….e ainda assim insisto nessa mania destrutiva que ao mesmo tempo me da um prazer muito grande. Aos 16 anos procurei uma psicologa e ajudou muito pra que eu me conhecesse melhor. Ela pediu para que eu escrevesse em um papel o que eu estava pensando imediatamente antes ou durante o cutucar de espinhas. Ajudou muito. Consegui perceber que assim como muitos fumantes,eu fazia aquilo pra me acalmar,para me sentir melhor diante de alguma situacao,pra tentar controlar minha ansiedade. Feito isso,eu passei a conversar comigo mesma enquanto me apertava e isso fez com que o tempo diante do espelho diminuisse bastante. Mas o habito continuava. Segui orientacao da psicologa e pedi ajuda a minha familia. Sempre que me viam cutucando rosto,costas,vinham conversar comigo,me pediam para que eu fosse fazer outra coisa. Eles me ajudaram demais mesmo recebendo tantas patadas minhas. E o tempo na frente do espelho cada vez menor mas o habito continuava. Continuei seguindo orientacoes da psicologa que me aconselhou a colar papeis com o sinal de proibido (iguais aos de transito) em todos os espelhos da casa. Parece bobo,mas ajuda bastante meeesmo! O processo eh lento,ainda preciso da ajuda da minha familia. Estou com 22 anos,muitas manchas que fazem com que eu sinta muito remorso de tantas cutucadas mas consigo ficar muito bem por longos periodos. Situacoes estressantes,que me deixem insegura e com baixa estima me levam ao espelho imediatamente. Mas agora ja tenho mais controle com a duracao do apertar,higienizo melhor minhas maos e procuro seeempre me sentir bonita..gostosona…pq ai eu nem penso em me fazer feia! Fazer academia,chegar no peso que eu busco,fazer uma escova no cabelo,colocar um bom salto,uma roupa bonita,me perfumar…me sentir amada por mim…tem sido fundamental pq quando coloco a mao no rosto logo pensopreciso me fazer feliz pq agora estou muito bem. Me sinto bem, entao nao preciso me destruir desse jeito.”

  31. Costumo querer mudar imediatamente. Queria que minha pele ficasse limpa e sem machucados como em um passe de magica e como isso nao acontece,me frusto e la estou outra vez de frente para o espelho. Entao vai uma dica que tem funcionado pra mim: um dia depois do outro. Cada dia sem me machucar eh uma vitoria. Se livrar de coisas que nos dao prazer é dificl demais. Mas um dia depois do outro. E vamos conseguindo. Bom saber que não estou sozinha nesse processo. Tenho buscado frases dos AA’s,de clinicas de dependentes quimicos inclusive pq afinal,me apertar é quase como uma droga. Me sinto bem demais mas depois desmorono. É um vicio serio eresolvi trata-lo como tal. Assim como obesos nao devem ser vistos como “sem vergonhas” e apenas gulosos nos tambem nao devemos encanar esse vicio como mania bobinha. Nao eh tao facil nem tao simples assim parar. Como ja disse Chico Buarque “nao se afobe nao que nada é pra ja” . Um dia de cada vez,gente.

    • Eu também não paro de me cutucar. Eu tenho 23 anos e sou assim desde criança. Eu cutuco os outros também e até minha poodle quando se machucava eu cutucava.
      No rosto eu não tenho nada mas como tenho alergia a picada de inseto minhas pernas e meus braços são todos marcados. Não posso passar a mão na pele e sentir a casquinha que eu tenho q arrancar até ficar tudo limpo, sem casquinha nenhuma dai eu lavo com bastante sabão e água, ela seca e eu cutuco de novo. Não aguento mais isso. Só Deus para me ajudar.
      Eu só uso meia calça preta e saia longa.
      Se alguém quiser entrar em contato comigo para trocar informações e tratamentos meu email é daniela.mts.souza@gmail.com
      Meu blog: http://www.evangélicasdeluxo.blogspot.com.br

      Abraços e boa sorte para todos que sofrem com essa compulsão!

  32. é… eu sofro de alergia a insetos e tenho mt isso de arrancar a casca das feridas…até q elas crescem, inflamam e ficam horrorosas. eu simplesmente tenho vergonha da minhas pernas (pq é aí q as feridas se concentram mais). é terrível isso. e é algo q qt mais tento me livrar, mais aparece.

  33. Bem pessoal,talvez o assunto não seja tão atual, mas quero dizer que também passo pelo mesmo problema há alguns anos.
    Na verdade nem sabia que era doença, até conhecer esse Blogg!
    Na verdade não tenho me tratado, na minha cabeça e perna as feridas são bem visíveis e jã não sei o que fazer para poder parar!
    Agora sabendo que se trata de uma doença,procurarei me tratar!

  34. Que alegria, não estou só neste mundo, heheh! Olha, pra mim, a única solução de não ficar “furungando” espinhas, é não tê-las. Voltei a fazer um tratamento para acne que a tempos não fazia pois voltei a ter uns cravinhos e espinhas nas costas e adivinha como fiquei?? Cheia de feridas que demoooram a cicatrizar, pois vivo tirando as casquinhas, e onde já secou fica uma manchinha escura. Ainda be, que aqui no sul está frio e não preciso mostrar as costas! Outra coisa que ajuda é: manter-se longe do espelho e manter-se ocupado. Agora dei para cutucar cravos nas pernas… Não fazia isso antes. afffff. Espero dar um jeito antes que volte a esquentar..
    . .

  35. Eu tenho skin picking a anos, e soh descobri agora tambem.
    Eu cutuco a pele dos meus dedos, com unha, dente ou alicate de tirar cuticula
    As feridas dos meus dedos ficam parecendo pequenas queimaduras
    Muito feias e dolorosas
    E eh muito ruim por ser no dedo, ja que usamos os dedos pra tudo. Eh muito visivel e doi pra escrever, tomar banho (tipo na hora de lavar o cabelo), fazer as mais diversas atividades.

    “os pacientes com o TDC não têm a intenção de se machucar. Seu desejo é tentar melhorar a aparência da pele.”
    acredito que essa informacao esteja errada. eu nao tenho a intencao de me machucar, mas nao tem absolutamente NADA a ver com ter pele bonita. Isso, acredito eu, soh se encaixa em pessoas que desenvolveram a mania por tentar estourar espinhas, que eh o seu caso. Nao sei, nao entendo, mas o meu nao tem nada a ver, eh mais como um impulso ansioso quase incontrolavel. Com certa sensacao de prazer quando pratico.

  36. Espremo cravos, espinhas ou qualquer elevação na pele desde que me conheço por gente. Na verdade, tento fazer um grande esforço pra saber quando isso começou, pois tenho certeza absoluta que está relacionado com algum fato da minha vida que me causou uma ansiedade muito grande, e como senti prazer ao cutucar a pele, isso acabou se tornando uma mania,e agora, com certeza, um transtorno. .
    Hoje em dia cutuco a cabeça, o rosto, as costas, as pernas, os braços, pelinhos encravados na virilha, tiro pelinha e as vezes até roo as minhas unhas, não perdoei nenhuma parte do corpo. Acho que isso não é normal, independente do motivo, é automutilação.
    Creio que o tratamento seja importante, pois as vezes cutuco coisas que nem sei o que são, em locais que não posso ver, como na cabeça. Mas gostaria sim de achar um tratamento alternativo, pois tomar remédios psiquiátricos (uma das sugestões que já li) não cura ninguém, apenas mascara o real motivo de se machucar tanto.
    Tenho 26 anos e sinceramente, nunca tinha conhecido ou ouvido falar de ninguém com um problema como o meu.
    Gostaria de tratar isso de alguma forma, pois mexe muito com minha autoestima..

  37. olá pessoal,
    A alguns anos tenho esse distúbio, acredito que desde os meus 13 anos, sempre me senti muito feia, não conseguia ter vida social, não conversava as pessoa olhando no olho, por vergonha de ser feia demais. Então começou a minha pior doença, a tricotilomania, que é a mania de arrancar os cabelos, eu arrancava os cabelos, fio a fio, analisava-os, tirava a raiz, e por aí eu ia, por horas à fio, e junto com a tricotilomania veio a mania de cutucar a espinhas, não deichava cicatrizar, sempre arrancava as fojeeridas…Acredito que uma doença afeta a outra. Tudo vem da anciedade. Hoje em dia estou curada da tricotilomania, mais a mania de me auto mutilar até hoje tenho, tenho manchas pelo o corpo todo! Minhas costas são horríveis, não blusa curta, tenho raiva de mim por isso, fico triste e depre, quando tenho que sair, ou ir a alguma festa, por tenho que “catar” algo que não mostre demais meu corpo. Isso é muito triste, não tenho controle. Qaundo estou vendo filme, tv, o que for, lá estou eu com meus dedos sobre a minha pele, procurando alguma bolinha, para apertar, arranhar, machucar. Não entendo, porque faço isso, só sei que me dá muito prazer, um prazer inexplicável. Uso muita maquiagem para disfarçar as manchas, acho horrível ter que me echer de pó para, fiquei escrava de todos makes existentes, estou muito triste, meu namorado não entende porque sempre que saimos tenho que ficar meia hora na frente do espelho, me maquiando. tenho muita vergonha de mim.

  38. Gente, estou bem mais aliviada de ter procurado na net algo relacionado à esta péssima mania de espremer as espinhas e ter encontrado este blog. Tenho isso desde sempre e a minha pele do rosto está bem danificada por conta dessa mania. Não adianta me recriminarem, não adianta me dizer o quanto é perigoso e não adianta me falar para parar, eu já sei que tenho que parar, só que, simplesmente, não consigo. Estou fazendo um tratamento dermatológico e tentando me controlar, é muito difícil para mim, mas tenho conseguido alguma melhora, não o suficiente. Tenho esperanças de que vou conseguir um dia ser saudável!!!! Torço por vocês também!!

    • tenho 13anos e acabo de ter uma crise de choro devido tal mania de cutar meus machucados e espinhas. São 23h48 e agradeço mta esse site: pude sentir um alivio, por menor q seja agr ao saber q n sou so eu nesse estranho mundo. Vivo tentando esconder minhas pernas e roto seja por meio de pó ou calça. cheguei a até me dizer q me odeio. Quero parar com essa mania, mas tenho vergonha de mim: vergonha de qnd vou ao dermatologista, vergonha de mim. n aguento mais me olhar no eslelho pensando q talvez essas marcas nunca desapareçam.sempre fui mt ansiosa e preocupada. cutuco qnd estudo, assisto tv, vejo filme, faço nd…. queria uma ajuda. N SEI SE TENHO DOENÇA MAS FICO COM MEDO DE DECEPCIONAR QUEM EU AMO

  39. É assim que me sinto, como relataram em vários comentários acima, já tentei quase tudo, mas não consigo. Qdo minha pele está bonita me sinto bem, mas qdo está machucada me dá uma vontade de morrer, uma tristeza, uma angústia. Eu quero mudar, eu pretendo ter forças para mudar esta situação.

    Inclusive fiquei mto feliz em encontrar este blog, me senti até humanizada, ou seja, há pessoas q também passam por isso, não que achei legal isso, é MUITO DOLOROSO! Mas ao ver outras pessoas passando pelo mesmo problema me sinto menos estranha.
    A impressão que eu tenho é que todos são felizes e conseguem ver espinhas sem apertá-las e eu sou um bicho, meio louca, pouca humana e não consigo. SOCORRROOOOOO! é uma dor, um vazio, é tdo de ruim.

    Gente, parece um buraço sem saídaaaa!

  40. Olá…na verdade sabia que sofria de algum transtorno, mas não me dei conta do tamanho desse problema.
    Desde criança tenho essa mania de me cutucar. Antes era apenas as partes que ficavam cobertas. Mas está incontrolável, tem horas que não consigo NÃO cutucar…rosto, perna, polpa do bumbum, cabeça…se não acho nada…ai cutuco, fico arranhando as laterais dos meus polegares. Tenho humor instável. Horas bem humorada, rindo, brincando…basta um gesto, olhar ou algo que me incomode e bummm…me transformo, sinto raiva, angustia, vontade de voar nas pessoas eu me fazem sentir isso.
    Outro detalhe é NÃO GOSTO que me toquem. Se falam comigo, não me sinto a vontade em ser tocada…outro detalhe é…sou casada e meu marido fica me lembrando de tempo em tempo sobre esses cutuques…e tb não fico a vontade de ser alisada. Pode juntarrr mas alisar não…
    O que fazer????????

    • Oi Fernanda. Por que você não procura uma terapia? Acho que vai ajudar muito. O tipo de terapia que mais me ajudou foi a Terapia Cognitivo Comportamental. Talvez um remédio que um psiquiatra te receite também pode te ajudar a estabilizar mais o seu humor e fazer com que você se cutuque menos. Que tal tentar? 🙂

  41. Então, eu tenho transtorno te personalidade boderline, mas eu tenho 17 anos… Tomo 4 medicações super fortes e tenho skin picking. Minhas pernas estão cada vez mais machucadas, minha cidade é muito quente e eu só saio de calça, morro de vergonha… Não sei como parar com essa desgraça e cada vez que vou no psiquiatra (a cada 3 meses) ele aumenta minha medicação. Minha mãe tá ficando louca com isso, se eu mandasse uma foto da minha perna, voces iriam se assustar, é sério, é horrivel, eu morro de vergonha, mas é um vicio, um TOC, qualquer coisa que aconteça, eu me cutuco. Não sei o que fazer, alguma dica?
    Estou desesperada…

    • Olá Ana. Você já pensou em fazer terapia? Pois deve haver um motivo para que você fique se cutucando. O remédio ajuda, mas não vai solucionar sozinho. A terapia é uma ótima opção. Dê uma lidinha sobre Terapia Cognitiva Comportamental. Acho que você vai gostar e vai te ajudar 🙂

  42. Hoje acabei de pedir ajuda , dr.andrea uma ótima profissional psiquiatra me acolheu, graças a este site fiquei sabendo q não sou a única no mundo. Quero e vou conseguir controlar esta ansiedade. Mas e preciso medicamento e Tcc com uma boa terapeuta, já estou a procura, uma moça tão bonita, casada, bem sucedida, trabalhadora, mãe de dois lindos filhos não merece se esconder com base nem pó. Ou com roupas. Ou perder programas. Eu mereço ser feliz….obrigado pelas palavras de todos foi muito importante pra mim.

  43. Gente… Sofro do mesmo problema há alguns anos… Já fui à vários dermatologistas que me passavam cremes e mais cremes (caros, por sinal..) e nada resolvia, mas lembro de uma, que me alertou que eu deveria procurar psicólogo/psiquiatra, pra auxiliar no tratamento… Chegou a dizer que na verdade eu nem tinha espinhas, mas que bastava aparecer alguma irregularidade na pele, alergia, picada de inseto, que estava lá a cutucar.
    Percebo que piora quando estou preocupada, tensa por algum motivo, até mesmo quando estou ansiosa. Muuitas vezes é involuntário, nem percebo mesmo! Noutras, parece que tento me enganar, como se fosse só tirar uma pelezinha de nada, daí vem o estrago.
    Bem, já consegui diminuir a frequência e percebi que melhorou muuito minha pele nesse período. Mas quando a ansiedade volta, volta a mania.
    O que mais incomoda é que mesmo tentando camuflar com maquiagem, dá pra perceber… então, quando converso com as pessoas, mal consigo olhar nos olhos, sinto como se estivessem reparando cada manchinha, ou marquinha… é insuportável!

    Resolvi deixar meu relato aqui, porque como vi em alguns comentários de pessoas com o mesmo problema, além do tratamento psicológico, quem quer/ precisa parar pode fazer isso com metas diárias, e até mesmo colocar algo físico (como barreira), para que você não consiga cutucar, ainda que involuntariamente.

    Estou disposta a começar a me observar mais e acabar com isso!!! Espero voltar aqui pra contar pra vocês que consegui, que me livrei dessa mania!

  44. Fui diagnosticada com depressão em Outubro de 2013, e na consulta com a psiquiatra falei sobre meu skin picking, que me acompanha há muitos anos – e eu nem sabia que era um problema real. Meu rosto e costas já estão bem marcados e manchados. Na ocasião, ela indicou terapia com psicóloga (que venho fazendo), e sertralina 50mg para a depressão. Hoje passei em consulta e ela acrescentou topiramato 12,5mg para tentar ajudar especificamente com o skin picking… alguém aqui toma ou já tomou? Vi vários relatos de efeitos colaterais, mas ao que me parece, acontecem com doses mais elevadas, não tenho certeza. Eu comecei já hoje mesmo com a medicação…

  45. tenho mania de tirar casquinhas da cabeça, é muito bom, quando encontro uma casquinha na cabeça já arranco já tentei deixar cicatrizar mais é impossível, eu fico agoniada quando eu não cutuco a minha cabeça, a sensação de sentir eu arrancando as feridas da cabeça me dão prazer, mais algum com esse problema?

  46. Descobri faz pouco tempo que tenho Dermatotilexomania. Já faço tratamento psiquiátrico, e to melhorando. Cutuco o rosto e muito mais as pernas. To cheia de marcas e cicatrizes, alguém já fez algum tratamento dermatológico bom? Alguma pomada? Alguma indicação de dermatologista em São Paulo! Socorrroooo

  47. Prezados, encontro-me neste problema desde 07 anos de idade. Hoje tenho 42. Meu rosto todo marcado …sou morena e o tipo de pele propensa a que as manchas fiquem mais escuras ainda. Lesiono os braços , costas, agora a perna. Já tomo medicamentos e não tem jeito. Tenho facilidade de ir a BH, mas moro em Serro-MG . Gostaria de indicação de onde posso fazer o tratamento. Por favor me ajudem….estou desesperada…e não tenho mais forças pra nada , não tenho vida social e me escondo de todos…vivo reclusa. E tenho 03 filhos que se incomodam com minha atitude de retirar pele do rosto e corpo. ajudem -me

  48. Tomo sertralina, mas não resolve….. tenho outros TOCs, mas esse me acompanha há 22 anos… mesmo estando feliz, ou sem motivo algum pra me “torturar”, não consigo parar simplesmente….e pior, tenho essa mesma sensação de prazer, fico triste quando olho no espelho e vejo as marcas de anos…. e ai penso, como podem haver pessoas que acham que isso é frescura? Não é! Tenho isso desde os 5 anos de idade….crianças sofrem de falta de vergonha?
    Estou tentando parar…. mas só eu e vcs sabem o quão é difícil…

  49. Oi Gente
    Eu tbm sofro desse problema há mtos anos… um tempo pára e outro volta… vivo escolhendo roupas para disfarçar! Meu problema é principalmente nos braços e pernas! Já vi que fazer atividade física que expõe o corpo ajuda a nos preocuparmos com a aparência… tipo natação! Melhorou mto quando eu fazia… mas hoje estou sem tempo de fazer qqr atividade. Posso passar horas me cutucando no banheiro ou no quarto! Isso me deixa triste! Meus pais e namorado vivem chamando minha atenção para parar.. mas me irrito e não paro! Que vergonha! Hoje já tenho unhas hiper fracas por causa do contato na pele o tempo todo, e dores nas costas as vezes pela posição encurvada que fico! Entrei no blog pra ler exatamente para tentar cair na real por alguns dias! Meus braços estão horríveis hoje! : (
    Gostaria muito de sair dessa… fico admirando a pele lisinha das outras pessoas! Mas realmente é uma compulsão inconsciente. Agora consciente percebo o ridículo que é se machucar a toa… a noite não percebo e estrago tudo em poucos minutos!
    Quero uma solução!!!! Boa sorte a todos!

    • sei o que vc tá falando! meu marido passa pela mesma coisa! mais eu fico toda hora falando olha a mão! e ele tira…sozinha…é dificil porque vc faz e nem percebe! descobrimos um creme que regenere rapidamente a pele e elimina as manchas! mais algué teria que monitorar vc até cicatrizar! 1 semaninha só! me chama no zap que te mostro as fotos do tratamento com 1 semana! to encantada por isso to postando aqui…mais nada vai adiantar se vc não parar de se futucar. Tem como limpar as manchas??? tem! tem como ficar lisinha??? tem! descobri os produtos mais tem que sarar! o produto cicatriza e regenera a pele… mais não adianta ele cicatrizar durante o dia e vc abrir a ferida à noite entende?
      se vc ver o resultado de 1 semana vc vai se animar…e quem sabe você poderá ser a próxima a postar sua experiência aqui! Só que desta vez, uma experiência positiva!
      Abraços!

  50. Oi, eu sofro de skin picking, mas minhas escoriações são no pé, eu arranco peles do pé até chegar na carne viva, me sinto mt sozinha, pq nunca vi ninguém com isso, pesquiso na internet, não acho nada

  51. Gente, descobri um creme que regenera a pele. É sensacional os resultados.
    Há dias, estive aqui na net pesquisando sobre coceiras e auto mutilação e ví que é mais comum do que eu imaginava.Meu esposo sofre deste transtorno e além de nunca cicatrizar porque ele não deixa e arranca todas as cascas sem nem mesmo perceber, percebi que as manchas antigas de anos não saiam. A pele ficava toda manchada e horrorosa! fui a Portugal e já sem esperanças pois tudo que tentávamos era em vão…fomos nos consultar na SP Clinic próximo ao hotel que estávamos e o que posso dizer é que o produto parece milagre. Não vou ficar falando da marca porque não sou paga nem ganho nada pra isso. Mais me veio uma vontade de dizer que existe sim uma esperança e que as manchas somem de verdade. Não vendo, não represento o produto e etc…mais quem tiver interesse em restaurar os danos desse mal horroroso eu enviarei fotos do antes e do depois. meu whatsapp é 79 99892-1180 em uma semana de tratamento a pele restaurou eu diria que 90%. Infelizmente, no Brasil não tem este produto, mais quem tiver interesse em correr atrás, com um amigo que viaje pra Portugal ou França,ou que consiga outro meio…me chama no zap que passo o contato da clínica e as fotos do antes e depois ( tratamento de apenas uma semana). REPITO não ganho nada, apenas senti que poderia ajudar outras pessoas pois eu estava realmente desesperada, lendo tudo sobre essa doença terrível de se auto mutilar.
    eu só o vigio o tempo todo pra ele não abrir as feridas sem ver. Depois de fechadas, curadas ele não as abre mais. Os produtos que são 2 um lava e na lavagem, ele amolece aquela coisa grossa que fica na pele machucada…como se fosse um calo com ferida no meio…quem tem vai entender!
    o produto lava amolecendo e abaixando a “calo da pele” vou chamar assim…e o outro passa depois de seco como se fosse uma pomada…mais é um creme!
    enfim um disfaz o calombo e o outro cura o ferimento rápido!
    vou por os nomes pra fim de ajuda, pois repito não ganho nada …apenas imaginei o quanto posso ajudar quem precisa. me peçam fotos pra terem noção pois é mágico mesmo…pesquisem, se informem com outras pessoas que possam ter usado. no meu caso, foi tudo muito rápido, e nem pesquisei outras pessoas que usam na ânsia de postar aqui quão maravilhoso é o resultado desse tratamento!
    o nome da Empresa é Gernetic e os produtos são o Derma e o Synchro. Espero realmente poder ajudar a alguém. Eu não tive ninguém que fizesse isso por mim, pra que eu pudesse resolver esse “problema” de meu esposo. Sei que quem usar, vai me enviar pelo menos uma mensagem com um obrigado. Pois foi o que eu fiz a uma hora atrás aproximadamente com a moça que me atendeu na SP Clinique, a Suselaine! Agradeci muito mesmo.
    O encanto com o resultado é tanto que é impossível não agradecer, e não partilhar!
    Espero de coração, ajudar muita gente! já havíamos gastado horrores com outros produtos que foram em vão!

  52. Tenho problemas quando fico ansioso ou com raiva, fico tirando pedaços de pele do pé, chego a passar horas fazendo isso que nem percebo, só paro quando percebo sangramento ou as vezes nem paro e fico com dificuldades de andar, alguém com esse problema no pé também?

  53. meninas tenho 37 anos desde os 14 sofro com skin picking ja tentei de tudo fico horas no banheiro com uma pinça, faca ou alicate de unha. O que sei é que na hora a sensação é a melhor do mundo um alivio, eu faço no rosto, no colo, nas costas. Braços e pernas minha mãe fazia. Creio pois que aprendi com ela. chegam momentos desesperadorea em que quero parar. faço terapiaa e agora meu filho de 13 anos me controla pra eu nao fazer. vou morrer tentando. sorte amigas merecemos uma vida sem esse vicio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *