Nos EUA, mulher morre após injetar gordura de carne no próprio rosto

Crianças (e adultos), não façam isso em casa, ok?!

Janet_Hardt_dismoria_plastica

Uma norte-americana morreu após injetar gordura de carne no próprio rosto em Homewood, Illinois, para fazer um tratamento anti-rugas.  De acordo com a imprensa norte-americana, Janet Hardt, de 63 anos, fritou os bifes, extraiu a gordura com uma seringa e fez uma auto-aplicação. Horas depois começou a sentir dores na boca e nos lábios e foi ao hospital, onde faleceu.

A autópsia divulgada, porém, apontou uma peritonite – inflamação abdominal causada por uma infecção bacteriana – como a causa da morte. Antes desta tentativa, Hardt já havia feito outras cirurgias plásticas, entretanto desta vez, por falta de dinheiro, segundo os meios de comunicação locais, optou pelo método caseiro que ela mesmo inventou. (na verdade acho que ela não inventou, ela copiou da koreana que já fazia isso, clique aqui para ler)

“Há muita gente por aí aplicando produtos para rugas, mas não conheço nenhum médico que utilize este método”, afirmou ao Chicago Sun-Times o Dr. Phillip Haeck, presidente da Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos. “Não vale a pena se arriscar com o seu rosto para tentar poupar dinheiro, com algo que pode sair ainda mais caro.”

Fonte: Opera Mundi

Uma ideia sobre “Nos EUA, mulher morre após injetar gordura de carne no próprio rosto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *