Sarah Michelle Gellar diz á revista “Heath” que sofre de Transtorno Dismórfico Corporal

0,,56641174,00

A atriz Sara Michelle Gellar, que atuou na série “Buffy – A Caça Vampiros”, revelou à mais recente revista “Heath” que procura não se olhar no espelho. O motivo? Ela sofre de Transtorno Dismórfico Corporal, uma doença que faz com que a pessoa enxergue sua aparência de forma distorcida, muitas vezes negativa.

“Um amigo maquiador uma vez disse que nunca tinha me visto olhar no espelho, mesmo sendo cercada por eles o tempo todo. Mas algumas vezes eu olho e penso ‘essa aí sou eu?”, contou em entrevista.

Na publicação, Sarah contou que o nascimento da filha, Charlotte, de dois aos, a ajudou a melhorar seu problema. “Eu tenho apenas que lembrar que sou um ser humano e mãe. A maternidade muda sua relação com a vaidade, suas prioridades são outras”, afirmou a atriz.

Sarah Michelle Gellar, conhecida pelo papel de protagonista em Buffy – A Caça Vampiros e que voltou recentemente à TV na série Ringer, é capa da revista americana Health de setembro. Na entrevista, ela falou sobre suas inseguranças com sua imagem. “Sou mulher. Eu com certeza tenho transtorno dismórfico corporal”, disse a atriz de 34 anos, se referindo à síndrome da distorção da imagem ou dismorfofobia, um transtorno psicológico caracterizado pela preocupação obsessiva com a aparência. As informações são do Daily Mail.

A atriz contou que quase nunca se olha no espelho, porque “vira e mexe eu vou olhar e dizer: ‘espera aí, é assim que eu estou?’ Não posso me esquecer que sou humana, sou mãe”, disse ela, acrescentando que a maternidade mudou sua vida. “Suas prioridades são diferentes (quando você se torna mãe)”.

Sarah é casada com o também ator Freddie Prinze Jr. há nove anos e tem uma filha de 2 anos, Charlotte Grace. “Antes de engravidar, eu estava em ótima, ótima forma. Eu acho que quando fazia a Buffy era magra demais. Mas fiquei feliz estando grávida também. Não sou mais tão crítica com meu corpo quanto antes”, afirmou.

Fonte: Revista Quem e Correio do Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *