Dismorfia ilustrada

É hoje que vcs me xingam!! Bolei um post ilustrativo de hábitos de um dismórfico e de uma pessoa sem dismorfia. Não fiquem brabos porque eu faço tudo igual também. Se você tem dúvida se tem dismorfia corporal, talvez assim esclareça melhor dentro de você isso. Se você já sabe que tem é hora de rir da própria desgraça!

espelho2normal

espelho1dism

KKKKKKKKKKKKKK eu quero ver qual é a pessoa com dismorfia que não faz isso, de ficar com a cara colada no espelho olhando os defeitos. Eu mesma fico, perco a hora olhando minhas manchas, minha olheira, meu olho gigante e aproveitando pra ficar cutucando tudo quanto é cravo e espinha que meu olho de águia conseguir identificar.

Agora eu preciso falar uma coisa pra você. NINGUÉM vai conversar contigo numa distância de 2 cm do seu rosto. Então vamos parar de achar que as pessoas enxergam tudo o que a gente vê com a cara colada no espelho.

maqui1

maqui3Você já se acha horrível, daí você recorre a maquiagem, se arruma alá Alice Salazar (maquiadora famosa) e continua se achando horrível. As vezes até mais que antes.

carronorm1

carrodism1Se eu andar por uma rua com 20 carros estacionados, eu vou verificar meu reflexo nos 20 carros. Preciso sempre ter certeza de que minha aparência e está sob controle. Se eu não conferir eu acho que estou um monstro. Sempre que faço isso eu lembro do filme “A Casa do Espanto”. Um clássico do terror (1986).  É uma cena que uma mulher vai ver o cara, dai ele coloca a arma em cima da mesa e a munição rola e cai no chão e ela se abaixa pra pegar (atrás da mesa). Quando ela se levanta, é um monstro. Caracaaaaaaaa. Sempre lembro disso quando fico me conferindo nos reflexos dos vidros. Tenho que ter certeza que não é o monstro que ta ali, que sou eu, mesmo que feinha.

a casa do espanto dismorfia corporalDe batom, ah que boniiiiiitaaaaaa! Colega, você se maquia e acha que fica igual a ela né. Bem-vinda ao clube.

vitrine2 vitrine3

Quem me vê na rua deve achar que eu adoro olhar vitrine de loja. Se eu pudesse dizer em números, seria que de cada 10 vitrines que olho, 1 é para ver a vitrine e 9 são pra ver meu próprio reflexo para conferir se “está tudo dentro do possível”. Afinal, o monstro do batom está aí.

Quer por terror em quem tem dismorfia? Apareça com uma máquina fotográfica. Não insista, quanto mais insistir mais ansioso ele vai ficar. Registrar os defeitos do dismórfico? Pior que isso, a foto corre o risco de ir pra internet? Mas neeeeeemmm pensar.

foto1 foto2

Espero que vocês tenham se divertido com a a própria desgraça. Esse post é pra você levar seus problemas com mais humor e mais leveza. Pra que você tenha um ano mais feliz com você mesmo, sem ignorar os problemas. Porque como Clarice fala “Mude, mas comece devagar. Porque a direção é mais importante que a velocidade”.

6 ideias sobre “Dismorfia ilustrada

  1. Credo, eu tenho quase TUDO isso, e mesmo que digam que sou bonita, não acredito. Já tenho pânico, TOC, sou bipolar diagnosticada…e ainda isso..fui ao dermatologista esses dias e até eu notei que o cara era de dar facadas e dinheirista, já que se eu quisesse achar algo (eu testei) ele concordava e faria alguma coisa. Eu dizia: “E isso,” ele é, “podemos ver”, cheguei em casa me sentindo ainda pior, quando contei aqui disseram que pelo amor de Deus, eu vou me deformar…minha mãe não quer mais que eu vá nesse médico. Tudo piorou depois que perdi minha única filha. Pirei de vez. E ainda todo mundo se mete em como lidar com meu luto. Já tentei me matar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *