Bunda de Kim Kardashian

Semana passada deu o que falar desse assunto, né?  Após aparecer de biquíni em uma praia e exibir um corpo bem diferente daquele, que aparece nas revistas. As celulites do bumbum já fizeram Kim perder mais de 100 mil seguidores nas redes sociais.

WHO? Eu também não sabia quem era essa na fila do pão. Então perguntei pro Google:

Kimberly Kardashian West, nascida Kimberly Noel Kardashian, porém é mais conhecida como Kim Kardashian (Los Angeles, 21 de outubro de 1980) é uma personalidade de televisão, socialite, empresária, modelo, produtora, empresária, estilista, apresentadora e atriz americana.

Vamos ver as fotos tão comentadas então.

bunda_kim_kardashian2

bunda_kim_kardashian4

bunda_kim_kardashian5

bunda_kim_kardashian7

Saiu uma reportagem no Domingo Espetacular sobre isso. Não sei até quando vai ficar no ar. Para assistir clique aqui.

Chegamos a conclusão que Kim é apenas gente como a gente. Que não existe corpo perfeito, que todo mundo tem o direito de ter o corpo que quiser, com celulite, com estria, com gordurinha, com sardas, etc e que isso não define o que somos.

A gente precisa começar a aprender que nossa felicidade não depende do corpo que temos. Claro que a gente sempre quer melhorar, mas a nossa vida não pode girar em torno só disso. Ao mesmo tempo, a mídia também precisa parar de impor essa beleza perfeita. Mas sabem quando a mídia vai parar? Nunca. Porque é isso que vende. Capa de revista com dieta de famosa que perdeu 5 kg vende. Maquiagem para a pele perfeita vende. Então a escolha de querer aderir a essa imposição depende de nós. Eu quero ser cobrada(o) por ter que ser perfeita(o)? Eu sou só a minha aparência ou eu sou um conjunto de características onde minha aparência é só uma parte de mim? Esse blog é sobre dismorfia corporal e enquanto você não aprender alguns pontos não vai superar a dismorfia:

1 – Não existe corpo perfeito.
2 – Não somos apenas nossa aparência. Somos um conjunto de características onde nossa aparência é uma parte do que somos. As outras características são: nosso caráter, nossos gostos, nossa essência, nossa personalidade, nosso eu único que ninguém mais é igual.
3 – Beleza é algo subjetivo. O que é subjetivo: “que pertence ao sujeito pensante e a seu íntimo. Pertinente a ou característico de um indivíduo; individual, pessoal, particular”. Ou seja, cada pessoa tem uma opinião do que é beleza. O que eu considero bonito não é a mesma coisa que você considera bonito, que não é a mesma coisa que seu amigo considera bonito, que não é a mesma coisa que seu vizinho considera bonito. Uma pessoa que eu  considero lindo(a) você pode dizer que não concorda e vice-versa. Alguém feio para uma pessoa é bonita para outra. Então, pra resumir todo esse item 3, não adianta você querer ser a pessoa perfeita porque nunca ninguém na vida é bonito aos olhos de todos. Nem Angelina Jolie, nem Gisele Bündchen, nem Brad Pitt, nem Cauã Reymond, etc etc etc, pense no ator/atriz mais lindo que você ache, não vai ser unanimidade todos acharem essa pessoa linda maravilhosa.

Pense nisso 😉

Obs: No menu do blog em “Posts mais importantes” tem outros posts que abordam o mesmo ponto de vista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *