Reparar no que ninguém mais repara

Recebo emails de pessoas que fizeram cirurgia no nariz e não ficou como queriam. Como recebo emails e o comentários no blog de pessoas insatisfeitas e infelizes por causa do olho, da altura, etc.

Você não é só nariz (ou o que quer que te incomode) e provavelmente as pessoas do seu convívio nem reparam no que você repara. Eu tenho uma amigona minha que já conheço há quase 20 anos e e ano passado a gente conversando sobre plástica, mas de forma descompromissada e ela falou “eu quando puder quero fazer do meu nariz”. Então eu pensei “o que? nariz? mas o nariz dela não tem nada de errado”. Então fui nas fotos dela do Facebook ver e reparei então que ela olhava pro nariz dela de um jeito diferente do que as outras pessoas. E eu em quase 20 anos nunca reparei. Eu que fui sempre tão preocupada com a simetria, com a perfeição, com os defeitos, nunca reparei no nariz dela. E é assim que acontece com as pessoas ao nosso redor e com nós. Repararmos em coisas que não tem a proporção que pensamos ter e as pessoas ao nosso redor nem sequer um dia notaram.E porquê? Porque ela não é só nariz. Ela é um conjunto de características físicas onde uma delas é o nariz. E além das características físicas ela também tem outras características internas que fazem ser o que ela é.

Temos que tentar ser mais leves com a gente. Não nos cobrarmos tanto e dar importância para outras coisas da nossa vida, como fazer as coisas que gostamos, estar perto de quem gostamos de estar e assim por diante. Ficar pensando nesses detalhes (porque são detalhes) acabam fazendo a gente deixar a vida passar enquanto estamos na frente de um espelho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *