Biblioteca

Clique sobre o título desejado para ter acesso ao material completo.

DISMORFIA

Artigo – Dismorfofobia ou Complexo de Quasímodo
Resumo: Demonstrar os aspectos mais importantes da dismorfia corporal para que o cirurgião plástico possa reconhecê-lo e tomar atitude correta frente a um paciente portador desta doença.

Relato de caso: Tratamento do transtorno dismórfico corporal com venlafaxina
Resumo: O trabalho descreve um paciente com transtorno dismórfico corporal que respondeu preferencialmente com venlafaxina. Além disso, revisa a literatura sobre o assunto e discute similaridades e diferenças com o distúrbio obsessivo-compulsivo.

Transtorno dismórfico corporal: uma expressão alternativa do transtorno obsessivo-compulsivo?
Resumo: ffe
TORRES, Albina R.; FERRÃO, Ygor A. & MIGUEL, Eurípedes C.
Revista Brasileira de Psiquiatria, v. 27, n. 2, p. 95-96, São Paulo, junho, 2005.

Artigo – Diagnóstico diferencial entre fobia social e transtorno dismórfico corporal
Resumo: Este artigo relata, a partir de uma perspectiva histórica, as características diagnósticas do transtorno dismórfico corporal que se sobrepõem em alguns aspectos à fobia social. Esses aspectos são comentados e apresentadas sugestões de diferenciação diagnóstica além do tratamento para ambos os transtornos.

Comorbidade entre transtorno dismórfico corporal e transtornos alimentares – uma revisão sistemática
Resumo: Introdução: A insatisfação com a imagem corporal é uma das características mais proeminentes do transtorno dismórfico corporal (TDC) e dos transtornos alimentares (TA). Esses dois grupos de transtornos apresentam semelhanças em suas características psicopatológicas e epidemiológicas e na resposta ao tratamento. Apesar de ambos serem considerados transtornos do espectro obsessivo-compulsivo, pouco se sabe em relação à comorbidade entre esses dois grupos de transtornos. Objetivo: Avaliar a produção bibliográfica atual sobre a comorbidade entre TDC e TA. Método: Foi realizada uma revisão sistemática nos bancos de dados PubMed e ISI Web of Science dos artigos referentes à comorbidade entre TDC e TA. Resultados: Oito artigos foram selecionados. As amostras de portadores de TA apresentavam comorbidade com TDC em 6% a 39% dos casos. Dos pacientes com TDC, 10% a 32,5%, por sua vez, podem apresentar comorbidade com TA. O TDC frequentemente precedia o TA, e os pacientes com comorbidade apresentavam quadro clínico mais grave que os com apenas um dos transtornos. Conclusão: Estudos recentes demonstram que as taxas de comorbidade entre esses dois transtornos são elevadas. Apesar disso, o TDC raramente é diagnosticado em portadores de TA, mesmo quando é o transtorno que causa mais incômodo.

Transtorno Dismórfico Corporal em mulheres que realizaram cirurgias plásticas
Resumo: (sem resumo)

Transtorno dismórfico corporal em dermatologia. Diagnóstico, epidemiologia e aspectos clínicos
Resumo: São cada vez mais frequentes as queixas cosméticas, uma vez que objetivam a perfeição das formas do corpo e da pele. Os dermatologistas são consultados para avaliar e tratar essas queixas. Sendo assim, é importante conhecer o Transtorno Dismórfico Corporal, inicialmente chamado de “dismorfofobia”, pouco estudado até recentemente. Esse transtorno é relativamente comum, por vezes, incapacitante, e envolve uma percepção distorcida da imagem corporal, caracterizada pela preocupação exagerada com um defeito imaginário na aparência ou com um mínimo defeito corporal presente. A maioria dos pacientes apresenta algum grau de prejuízo no funcionamento social e ocupacional, e como resultado de suas queixas obsessivas com a aparência, podem desenvolver comportamentos compulsivos, e, em casos mais graves, há risco de suicídio. O nível de crença é prejudicado, visto que não reconhecem o seu defeito como mínimo ou inexistente e, frequentemente, procuram tratamentos cosméticos para um transtorno psíquico. A prevalência do transtorno, na população geral, é de 1 a 2% e, em pacientes dermatológicos e de cirurgia cosmética, de 2,9 a 16%. Considerando a alta prevalência do Transtorno Dismórfico Corporal, em pacientes dermatológicos, e que os tratamentos cosméticos raramente melhoram seus sintomas, o treinamento dos profissionais para a investigação sistemática, diagnóstico e encaminhamento para tratamento psiquiátrico é fundamental.

Prevalência do transtorno dismórfico corporal em pacientes dermatológicos
Tese apresentada à Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo para obtenção do título de Doutor em Ciências.
Resumo: Os tratamentos médicos cosméticos na atualidade, considerações sobre aspectos psicossociais, a imagem corporal e a insatisfação, transtorno dismórfico corporal, clínica do transtorno dismórfico corporal, prevalência do transtorno dismórfico corporal, aspectos demográficos, etiologia, comorbidades, tratamento, justificativa do estudo. Análise e resultados. (o índice dessa tese é extremamente extenso para eu incluir aqui, sugiro baixar para conferir melhor o conteúdo).

Transtorno dismórfico corporal: escala para profissionais da área da saúde
INTELLECTUS – Revista Acadêmica Digital do Grupo POLIS Educacional – ISSN 1679-8902
Resumo: Esta pesquisa objetivou desenvolver e validar uma escala auxiliar de diagnóstico do Transtorno Dismórfico Corporal (TDC) para profissionais da área da saúde, com a finalidade de instrumentalizar esses profissionais a detectarem pacientes que possam ter o transtorno, e que são freqüentemente encontrados nas clínicas de dermatologia e cirurgia plástica, entre outras relacionadas a estética. A construção da escala passou por seis etapas, desde a criação dos itens com base nos estudos sobre TDC até a aplicação e reaplicação na amostra de pacientes diagnosticados com TDC (N=15) e na amostra do grupo não clínico (N=15). A escala foi submetida ao estudo da validade de construto do TDC (análise fatorial), à validade discriminativa (prova U de Mann-Whitney), e ao estudo de teste-reteste (correlação de Pearson). A versão piloto do instrumento, inicialmente com 50 itens, ficou composta de 35 itens medidos em escalas Likert de quatro pontos, e obteve um índice de consistência interna de 0,82.

Sistema especialista para diagnóstico do transtorno dismórfico corporal
Aglis Roberta Alves da Fonseca Silva
Monografia do Curso de Ciência da Computação da Faculdade de Jaguariúna 2007
Resumo: Os sistemas especialistas são sistemas que propõe a resolução de problemas através de uma base de conhecimento. Entre algumas vantagens, a sua utilização pode suprir a falta de especialistas humanos, bem como reunir conhecimento e experiência de vários especialistas simultaneamente, preservando e distribuindo o conhecimento estratégico. Este estudo tem por objetivo desenvolver um sistema especialista capaz de diagnosticar o transtorno dismórfico corporal e resolver um problema presente nos consultórios de cirurgiões plásticos, cujos pacientes portadores desta condição clínica têm exigido intervenções cirúrgicas na tentativa de amenizar seu suposto defeito.

Transtorno dismórfico corporal: uma revisão da literatura
Alessandra Salina-Brandão, Bruna Miziara Cassetari, Roberta Daroz, Vanessa Fernandes e Alessandra Turini Bolsoni-Silva
Resumo: O presente trabalho teve o objetivo de revisar artigos sobre o TDC publicatos entre os anos de 1980 e 2008, indexados nas bases de dados Lilacs, Francis, Scielo, Psychinfo e Ovid. As principais categorias de análise do estudo foram bibliografia, método, resultado e suas especificações. Entre os resultados obtidos ressalta-se o aumento considerável de publicações a partir do ano de 1996 e a baixa frequência de publicações nacionais sobre o tema.

ANOREXIA

Os Esqueletos Vivos: Uma genealogia da Anorexia
MIRAPALHETA, Francine Oliveira; SILVA, Méri Rosane dos Santos
Resumo: Esse texto é o resultado da pesquisa que estamos realizando no mestrado em Educação em Ciências: química da vida e saúde, pela Universidade Federal do Rio Grande.

A depressão nas perturbações da alimentação
Resumo: É conhecida, ainda que muito pouco discutida na literatura, a associação entre perturbações do comportamento alimentar, nomeadamente a Anorexia e a Bulimia Nervosas, e problemáticas do foro depressivo. Neste artigo procede-se a uma revisão da bibliografia existente sobre a relação entre aquelas perturbações alimentares e a depressão. São apresentados diversos dados relativos a esta associação e discutidas as diversas hipóteses explicativas existentes nesta área. Particular atenção é dada à hipótese que enquadra a Anorexia e a Bulimia Nervosas no âmbito das patologias aditivas, donde os fenómenos depressivos decorreriam de uma problemática de dependência subjacente.
1. INTRODUÇÃO, 2. A DEPRESSÃO NOS DISTÚRBIOS ALIMENTARES, 3. ADOLESCÊNCIA E DEPRESSÃO, 4. DEPRESSÃO E SUBSTITUTOS DEPRESSIVOS NAS PERTURBAÇÕES ALIMENTARES, 5. HIPÓTESE DAS PATOLOGIAS ADITIVAS, 6. CONCLUSÕES

Abordagem psicodinâmica no tratamento dos transtornos alimentares
Resumo: O presente artigo apresenta uma revisão sobre a abordagem psicodinâmica no tratamento de anorexia nervosa e bulimia nervosa. Primeiramente conceitua as bases teóricas da modalidade terapêutica em questão. Logo a seguir, descreve suas indicações e contra-indicações e realiza uma revisão dos estudos sobre a eficácia da técnica psicodinâmica nessas síndromes clínicas. Por fim, destaca e discute vários aspectos técnicos da psicoterapia psicodinâmica no tratamento de pacientes com transtornos alimentares.

Adolescência, mídia e transtornos alimentares: uma revisão bibliográfica (Monografia)
Resumo:
O presente trabalho apresenta uma investigação de um caso de uma adolescente com transtornos alimentares e a influência da mídia sobre este problema e o papel da família junto ao enfrentamento desta doença. A pesquisa tem como objetivo identificar na literatura cientifica produções existentes que abordem transtornos alimentares em adolescentes e as repercussões da mídia e da família neste contexto. Trata-se de uma Revisão Bibliográfica realizada em bases de dados e em literatura impressa publicados num período entre 1999 e 2010. Os resultados obtidos foram lidos e discutidos à luz da teoria. A apresentação destes foi realizada à partir das seguintes categorias que emergiram: (1) distorção de imagem, (2) o transtorno, (3) influência da mídia, (4) culpa, (5) auto-aceitação, (6) relação com a família, (7) sofrimento mental, (8) isolamento, (9) preconceito, (10) a sociedade e os transtornos alimentares. Com este estudo pode-se concluir e analisar entre as publicações na área que há o sofrimento mental entre os adolescentes com transtornos alimentares, que sua relação com a família pode influenciar positiva ou negativamente no percurso da doença e no tratamento. A sociedade também foi identificada como geradora desta problemática. Percebeu-se que, na sociedade de consumo, as repercussões da mídia e dos padrões de beleza impostos tem marcante influência na insatisfação social com o corpo.

Entendendo a anorexia nervosa: foco no cuidado à saúde do adolescente
Resumo: Objetivo: Esse trabalho teve como objetivo fazer uma revisão para verificar o estado da arte da anorexia nervosa. Métodos: Trabalho de revisão bibliográfica com consulta das publicações nos bancos de dados LILACS, SCIELO, MEDLINE e PubMed, com as palavras-chave anorexia nervosa, medicina do adolescente, saúde do adolescente, comportamento do adolescente e transtornos alimentares, tendo sido utilizados os trabalhos de maior relevância. Outras fontes de informações consultadas incluem materiais publicados por órgãos oficiais como CID-10, DSM-IV além de livros didáticos que abordassem o assunto. Conclusões: anorexia nervosa é doença complexa, que impõe grandes desafios a cada estágio do tratamento, sua avaliação deve abranger os aspectos psicopatológicos específicos e gerais, além do distúrbio da imagem corporal. Os instrumentos para detecção da doença podem ser úteis embora haja limitações.

Anorexia nervosa e bulimia nervosa: a abordagem cognitivo-construtivista de psicoterapia
Resumo: Dos transtornos alimentares, a anorexia nervosa e a bulimia nervosa são os que mais têm levado pacientes adolescentes, geralmente do sexo feminino, a buscar ajuda. Tal ajuda ocorre por meio do tratamento fornecido por uma equipe multidisciplinar formada por psicólogos, psiquiatras e nutricionistas. A Psicoterapia tem se mostrado um dos componentes mais eficazes para a melhora das pacientes com bulimia nervosa e para os casos de anorexia nervosa cujos estudos ainda se fazem necessários. Assim, o objetivo
do texto será discutir: (a) os preceitos envolvendo as bases teórico-práticas das abordagens cognitivo-construtivistas; (b) as  características psicológicas mais comuns dos referidos pacientes; (c) os programas de atendimento (protocolos) desenvolvidos pelos autores e (d) as conclusões gerais da prática clínica envolvendo os resultados e outras considerações.

Complicações clínicas da anorexia nervosa e bulimia nervosa
Resumo:  Os transtornos alimentares estão associados a diversas complicações clínicas graves. Distúrbios hidroeletrolíticos e metabólicos assim como várias alterações endócrinas podem estar presentes, muitas dessas decorrentes da perda de peso e dos métodos compensatórios utilizados pelos pacientes. São importantes a identificação precoce e o manuseio adequado dessas complicações para a redução dos riscos relacionados. O objetivo desse artigo é discutir as complicações clínicas associadas com a anorexia nervosa e a bulimia nervosa.

Critérios diagnósticos para os transtornos alimentares: conceitos em evolucão
Revista Brasileira de Psiquiatria 2002;24(Supl III):7-12
Resumo: Resumo: O presente artigo apresenta o “estado de arte” da discussão acerca dos critérios diagnósticos atuais dos transtornos alimentares: Anorexia Nervosa (AN), Bulimia Nervosa (BN) e Transtorno da Compulsão Alimentar Periódica (TCAP). Dentre os aspectos controversos da AN, destacam-se: a concepção da distorção de imagem corporal, a necessidade da presença de amenorréia para o diagnóstico e a possibilidade de manifestação de AN sem seu aspecto característico, o medo de engordar, em culturas não ocidentalizadas. Quanto à BN, discute-se especialmente a concepção de compulsão alimentar sua freqüência e duração necessárias para o diagnóstico. O
artigo apresenta também os critérios sugeridos para o diagnóstico de TCAP e comenta sua difícil distinção com a BN não purgativa. As questões aqui discutidas possibilitarão o aprimoramento da nosologia da área.

Artigo – Cultura identitária pró-anorexia: características de um estilo de vida em uma comunidade virtual
RAMOS, J.S.; NETO, A.F.P.; BAGRICHEVSKY, M.
Resumo: Anorexia nervosa é uma doença inscrita na “Classificação Internacional de Doenças”. Entretanto, jovens pró-anoréxicas acreditam que estejam adotando um“estilo de vida”. O objetivo deste artigo é analisar a “cultura identitária” desses jovens, investigando uma comunidade virtual brasileira. Metodologicamente, foi utilizada a Etnografia Virtual em três “núcleos de sentido” identificados na comunidade: a tensão entre anorexia como doença versus estilo de vida; as versões sobre ideal de perfeição e o significado do pertencimento ao grupo. Os resultados encontrados sugerem que a identidade pró-anorexia diverge do modelo biomédico. Ela admite que o corpo magro serve como referência de reconhecimento
social e sucesso econômico. Neste sentido, os fóruns online permitem uma construção da identidade pautada no anonimato. Conclui-se que estudos sobre práticas anoréxicas em comunidades virtuais
devem ser estimulados, pois contribuem para a compreensão do universo juvenil e colaboram com a promoção de políticas e ações voltadas para a saúde do adolescente.

DISMORFIA MUSCULAR

Artigo – Dismorfia muscular: Uma nova síndrome em praticantes de musculação
Resumo: O artigo aborda a dismorfia corporal, analisando a imagem corporal, o culto ao corpo, transtorno dismórfico corporal e dismorfia muscular.

ASSUNTOS RELACIONADOS

Os corpos da Cirurgia Plástica os discursos de mulheres sobre corpo, aparência e atividade física
Resumo: (sem resumo)

A imagem do corpo e a angústia sobre o corpo no envelhecer e no morrer
Resumo: O corpo é atingido culturalmente pelas mais variadas esferas de poder, é vitimizado por apelos de consumo, pela forma como o trabalho o molda e como as crenças religiosas o concebem, enfim, o corpo é produto da construção cultural. Os meios de comunicação e a moda que ditam o conceito de beleza do momento, bombardeiam as pessoas com a promoção de corpos esguios ou muito bem malhados, tornando-se objeto de obsessão da juventude. Este trabalho tem como objetivo analisar e compreender porque a sociedade contemporânea parece tão preocupada com o envelhecimento do corpo, com o processo de envelhecer e morrer, e principalmente, a angústia recorrente desse processo.

Cuidados para evitar exageros estéticos
Resumo: Beleza é fundamental, mas não é caso de arriscar a vida para alcançá-la. Alguns profissionais da área de saúde e de estética alertam para uma verdadeira histeria de alguns pacientes na busca febril pelo rosto e pelo corpo “perfeitos”. Temos de desmistificar um pouco a ansiedade que as pessoas têm hoje de todo mundo ficar jovem, belo e magro, uma busca que às vezes é patológica. Essa busca doentia faz que muitas pessoas almejem aspectos que vão além do limite da conformação do corpo humano.

Culto ao corpo identidades e estilos de vida
Resumo: O trabalho analisa o culto ao corpo como uma das dimensões dos estilos de vida, construídos através do consumo, nas sociedades contemporâneas. Partindo de pesquisa de campo envolvendo frequentadores de diferentes modalidades de atividade física, em quatro academias de ginástica, percebe-se o corpo com lócus comunicacional e, os cuidados a ele dispendidos, como propiciadores de segurança e auto-estima aos individuos, garantindo o sentimento de pertença a um grupo. Neste sentido, busca-se compreender os cuidados com a forma, volume e apresentação dos corpos como estratégia de distinção social e (re)definição de identidade no variado leque de possibilidades colocado aos indivíduos no interior da complexidade que marca o mundo contemporâneo.

Distorção da imagem corporal em adolescentes um estudo de comparação entre dois instrumentos
Resumo: Comparativo de dois instrumentos classicamente utilizados pela literatura especializada, indicados para avaliar possíveis distorções da imagem corporal em adolescentes e adultos de ambos os sexos.comparar dois instrumentos classicamente utilizados pela literatura especializada, indicados para avaliar possíveis distorções da imagem corporal em adolescentes e adultos de ambos os sexos.

Em busca da imagem corporal análise da representação que o jovem universitário tem sobre o seu corpo
Tese de doutorado.
Resumo: A história da juventude através do tempo: lutas e conquistas. subcultura, culto ao corpo e ideologia, análise dos dados da pesquisa (a prática de exercícios, sobre a imagem corporal, hábitos alimentares, o uso de medicamentos, a influência da mídia) e conclusões.

Imagem corporal construção através da cultura do belo
Resumo: A imagem corporal é a maneira pela qual o corpo se apresenta para si próprio. A indústria cultural pelos meios de comunicação encarrega-se de criar desejos e reforçar imagens padronizando corpos. Olhares voltam-se ao corpo na contemporaneidade sendo moldado por atividades físicas, cirurgias plásticas e tecnologias estéticas. O objetivo deste estudo será identificar distorções da Imagem Corporal em estudantes de Educação Física. A amostra foi composta por 102 alunos. Como instrumento utilizou-se o Body Shape Questionnare em que foi aplicado coletivamente. As medidas foram analisadas  qualitativamente apresentando dados relevantes sobre a  preocupação do corpo nos estudantes pesquisados.

Interfaces entre os legados transgeracionais e a cultura no desenvolvimento e manutenção da imagem corporal
Resumo: A contemporaneidade suscita a reflexão contínua em diversos aspectos da vida, cria novas demandas nos diferentes contextos, muda concepções, idéias, significados, e por consequência, gera a necessidade de ampliar os saberes nas distintas áreas do conhecimento. As transformações são diferentes em cada época, em cada momento cultural específico. Vive-se um momento histórico culturam que enfatiza a obtenção de um corpo perfeito. Esta dinâmica que enfatiza o culto exagerado a forma corporal, faz com que apareçam sintomas relacionados à preocupação extrema com a imagem corporal, fomentando quadros depressivos relacionados à baixa auto-estima, transtornos alimentares, principalmente anorexia e bulimia nervosa e transtorno dismórfico corporal.

O corpo e a beleza ao longo dos tempos
Resumo: O corpo ao longo da História, Sumérios, Egípcios, Roma Antiga, A Beleza da Mulher Romana, Celtas, Mongóis, Oriente, O culto do corpo – perspectiva atual, A Beleza ao longo da história da Humanidade, Evolução da maquiagem.

O culto ao corpo sob o olhar da Psicanálise
Resumo: O presente resumo mostra, através da revisão bibliográfica, uma tentativa de pensar a Vigorexia ou Transtorno Dismórfico Muscular levando em conta os impasses e as conseqüências desse culto patológico ao corpo, já que este tema tornou-se emergencial, necessitando de medidas que diminuam a sua incidência.

Percepção da auto-imagem corporal, estado nutricional e prática de atividade
Resumo: Verificação da percepção da auto-imagem corporal, estado nutricional e prática de atividade física em estudantes universitários da área de saúde e educação da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Shrek: Uma (re)leitura de alguns conceitos pertinentes a escola que conduzem ao ensino-aprendizagem de valores
Resumo: (sem resumo)

Suicídio Endógeno: Uma possível explicação para algumas mortes em cirurgia plástica
Trabalho realizado na CIRPLAST – Clínica de Cirurgia Plástica Dr. Evaldo D’Assumpção, Belo Horizonte, MG.
Resumo: O autor apresenta suas reflexões sobre algumas mortes ocorridas em cirurgias plásticas, às quais atribui, à luz de seus estudos de tanatologia, a um possível bloqueio, pelo consciente profundo de pacientes em depressão ou desesperança, de seu sistema imunitário. A este bloqueio dá o nome de suicídio endógeno, que deve ser conhecido pelos cirurgiões uma vez que pode ser responsável pela morte de pacientes, durante ou logo após uma cirurgia plástica, com todos os problemas que este óbito pode trazer. Com base na literatura e em sua experiência pessoal, o autor descreve esta possível e grave intercorrência.

DISMORFIA EM INGLÊS

A randomized placebo-controlled trial of fluoxetine in body dysmorphic disorder
Resumo: Research on pharmacotherapy of body dysmorphic disorder (BDD), a common and often disabling disorder, is limited. Available data suggest that this disorder may respond to serotonin reuptake inhibitors. Howerer, no placebo-controlled treatment studies of BDD have been published.

Body Dysmorphic Disorder and Cosmetic Surgery
Resumo: After studying this article, the participant should be able to: 1. Identify the diagnostic criteria and clinical features of body dysmorphic disorder. 2. Describe the prevalence of body dysmorphic disorder in cosmetic populations. 3. Identify appropriate treatment strategies for body dysmorphic disorder.

Body dysmorphic disorder: some key issues
Resumo: Introduction, history of Bdd’s classification, statement of the issues, significance of the issues, search methods, results, conclusions and preliminary recomm n endations for DSM-V.

Insight in Body Dysmorphic Disorder with and Without Comorbid bsessive-Compulsive Disorder
Resumo: The aim of this study was to compare the level of insight in patients with body dysmorphic disorder (BDD) with and without comorbid obsessive-compulsive disorder (OCD), and to measure its possible relationships with clinical features.

Pharmacologic Treatment of Body Dysmorphic Disorder
Resumo: Review of the Evidence and a Recommended Treatment Approach Resumo: Research on effective pharmacotherapy for body dysmorphic disorder (BDD) has rapidly increased in recent years, with emerging data consistently indicating that serotonin reuptake inhibitors (SRIs) are often efficacious for this disorder. Although data are limited, it appears that higher SRI doses and longer treatment trials than those used for many other psychiatric disorders are often needed to treat BDD effectively. Approaches to treatment-resistant BDD have received little investigation, but available data indicate that switching to another SRI and several SRI-augmentation strategies may be helpful. This article reviews the empirical literature on BDD and offers a recommended approach to the pharmacotherapy of this distressing and often disabling disorder.

Obsessive Compulsive Related Disorders: A New Classification for the DSM-V
Resumo: There is concern surrounding the classification of obsessive compulsive disorder (OCD) for the next edition of the Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders (DSM). The DSM-V workgroup for OCD related disorders and researchers alike suggest removing OCD from the anxiety disorders category of the DSM, and placing it under the heading of obsessive compulsive related disorders (OCRD). This paper provides a review of current literature examining three popular candidates (body dysmorphic disorder, trichotillomania, and Tourette’s disorder) for inclusion in the OCRD category. Recommendations for future research are made.

————————————————————————————–

Vídeos:
Clique sobre o título para assistir.

Cirurgiã explica doença que leva a excesso de plásticas

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *