Tanta coisa aconteceu…

Tanta coisa aconteceu de um mês pra ca… mas o blog é sobre dismorfia corporal e assuntos relacionados, então assuntos alheios não serão tratados aqui.

Estou indo a praia porque como vocês sabem eu odeio ser branca. Já estou vendo uma diferença. Porém, não estou queimando nas costas, então estou bronzeada (+ou-) na frente e braaaancaaaaaa atrás.

Outra coisa é que cortei meu cabelo. Tipo uns 20 cm e agora ele está no ombro. Pow, quis mudar. Sempre tive cabelo comprido. Eu era tipo o cara da bíblia, que quando corta o cabelo perde a força. Eu me sentia péssima, feia, horrorosa se meu cabelo não fosse grandão. Mas estava na hora de eu enfrentar mais esse medo e me auto disciplinar que o cabelo mais comprido ou mais curto não vai definir minha beleza completa porque eu sou um conjunto de características, não um cabelo ambulante.

Para 2012, quero dizer que eu irei começar a postar fotos do meu rosto aqui. São 2 anos e meio escondendo meu rosto do blog, cortando e desfocando fotos pra não me mostrar. Mas está na hora eu dar esse passo. Se eu tenho um blog pra falar sobre dismorfia corporal, eu acho importante. Mesmo que não seja indispensável, agrega muito valor quando eu disser pra vocês como me sinto, como me vejo e todos os defeitos que eu acredito ter no meu rosto. Então em 2012 o blog terá fotos do meu rosto.

Parei pra pensar sobre isso quando comecei a ver vídeos da Alice Salazar no youtube ensinando a maquiar. Pensei “Pow, ela ensina a maquiar se maquiando” Se eu quero falar sobre a minha dismorfia, eu preciso me mostrar também. E foi nesse momento que comecei a me esforçar pra dar esse passo. Não é fácil, mostrar minha cara para as pessoas falarem coisas que eu não quero ouvir/ler. Do tipo “seu olho é esbugalhado mesmo”, “seu nariz é estranho” ou mesmo “tu é uma idiota, só quer chamar atenção porque você não tem defeito e fica dizendo que se vê deformada”. Enfim. A barreira está dentro de mim e eu preciso quebra-la, quebrar paradigmas e evoluir mais um pouco.